segunda-feira, 14 de junho de 2010

Príncipe da Pérsia: As Areias do Tempo

Fiquei sabendo que um país está produzindo armas em massa secretamente. Vamos invadi-lo antes que eles nos invadam para evitar a guerra. Não, não estou falando de história recente, aliais nem de história real. Esta é a desculpa que o vilão de Príncipe da Pérsia, Nizam (Ben Kinsley), usa para invadir uma cidade sagrada para colocar as mãos no artefato mágico que ela protege, matar seu irmão e assim tornar-se soberano de todo o reino Persa.

Incriminado pelo tio Nizam, Dastan (Jake Gyllenhaal), o príncipe do título, se une com a princesa Tamina (Gemma Arterton, que também é Io, em Fúria de Titãs, a guria gosta de sandalhas e espadas!) protetora do artefato mágico para consertar as coisas.

Referências história atual a parte Príncipe da Pérsia: As Areias do Tempo, é uma adaptação de um video-game. Provavelmente a melhor produzida até agora. A experiência da blogueira que vos escreve com esses jogos de vídeo parou em um NES, que quase sempre rodava Super Mario Bros 3. Logo a opinião que segue é de uma cinéfila. Se algum jogador quiser manifestar sua opinião seja bem vindo.

O visual é bonito. Assim como os efeitos especiais, que contrariando o que muita gente imaginou, por se tratar de uma adaptação de game, não dominaram a tela. As cenas de ação devem agradar os fãs jogadores. Dastan praticamente voa pelos telhados como só é possível nos jogos. É a prática do parkour muito bem aplicada para atender as necessidades do personagem.

Seguindo quase que fielmente os games, as armadilhas e os quebra-cabeças que o jogador e/ou o personagem tem que resolver para sair de uma enrascada também estão lá. Tornando a ação divertida e inteligente. Ainda sobra espaço para  romance no estilo a Gata e o Rato e viagens no tempo. Estas sempre causam um pouco de confusão nos longas em que aparece. Neste  faz com que o desfecho deixe a desejar quanto a lógica. O que é facilmente perdoado depois de 2 horas de pura aventura.

O maior desconforto é mesmo a escolha do elenco, que embora desempenhe bem seu papel, está muito longe de ser formado por persas. Se você é capaz de ignorar os olhos azuis (seriam verdes?) e a pele branquinha de Gyllenhaal e companhia, não perca a oportunidade de se aventurar em uma Pérsia bela, bem humorada e cheia de ação.

Principe da Pérsia: As Areias do Tempo (Prince of Persia: The Sands of Time)
EUA - 2010 - 116 min
Aventura

0 comentários:

 
Copyright © 2014 Ah! E por falar nisso... • All Rights Reserved.
Template Design by BTDesigner • Powered by Blogger
back to top