quarta-feira, 30 de março de 2016

The Umbrella Academy: Suíte do Apocalipse

Em um dia qualquer, sem nenhuma relação aparente 43 crianças extraordinárias nasceram ao redor do mundo. A maioria de mulheres solteiras sem sinais de gravidez, logo não é surpresa que os bebês que sobreviveram tenham ido para adoção. O cientista milionário Sir Reginald Hargreeves, conseguiu encontrar e adotar sete destas crianças para, segundo ele, salvar o mundo!

Pare por aqui, se você imaginou uma figura patriarcal careca ajudando jovens com habilidades especiais à alcançar seu potencial, em uma mansão superequipada. Seguido por aventuras e missões ao redor do mundo. The Umbrella Academy é bem diferente da Escola Xavier para jovens superdotados. Embora, os dois grupos compartilhem alguns dilemas, como o preconceito dos "humanos normais" por exemplo.

Seus poderes são incomuns, e não são anunciados diretamente pela narrativa, ou alardeados por seu codinome. Apesar de oficialmente uma família, a relação entre os jovens e seu tutor não é exatamente agradável. E as rixas tanto com Hargreeves, quanto entre as crianças não são incomuns. Digo crianças, pois nos são apresentados como jovens pupilos. Mas, nem de longe esta é a condição destes humanos especiais na trama, onde os membros da Umbrella Academy são adultos cheios de bagagens e questões pendentes.

Em sua primeira aventura, Suíte do Apocalipse,  a família disfuncional criada por Hargreeves, é apresentada ao mundo na infância, incompreendida e desfeita na idade adulta. Tudo isso antes de se reunirem para a trama principal, salvar o mundo novamente dessa vez de um dos seus.

Com toda infância e juventude do time relegado à uma breve introdução, não se admire caso não compreenda quem é quem logo de primeira, ou fique confuso quanto à seus poderes. A parte fácil é que os jovens superdotados foram numerados por seu criador (sim, eles tem nomes normais também), assim fica mais fácil lembrar quem é quem.

Já a parte divertida é encontrar os detalhes que perdemos no salto de tempo nos cenários criados por Gabriel Bá, muitas das dúvidas estão esclarecidas por lá, basta observar (fica em desvantagem quem optou pela versão digital da publicação, dependendo das polegadas de sua tela). Contudo, nem com todo detalhismo do mundo, seria possível desvendar todos os pontos cegos desta história. Logo mistérios ainda são deixados para serem apresentados em novos volumes. Assim como mais detalhes das ricas personalidades de seus protagonistas.

The Umbrella Academy: Suíte do Apocalipse criada por Gerard Way (o vocalista da banda My Chemical Romance) é sim uma história de uma super-equipe, mas está longe de ser mais do mesmo. O músico acerta ao fugir do convencional, com personagens extremamente humanizados, cheios de facetas. Deslocados da sociedade, e com tantos problemas que não conseguem harmonia mesmo entre seus iguais. Cercado por um universo de supervilões fantasiosos e absurdos, mães artificiais e macacos doutores.

O absurdo e o exagero funcionam tanto na narrativa (o mundo é estranho em todos os sentidos, e ponto), quanto no visual. Uma vez que permite ao brasileiro Gabriel Bá, criar cenários complexos, cheios de informação, e ambientes grandiosos para o clímax das batalhas. As cores de Dave Stewart, aumentam ainda mais a intensidade e a loucura daquele universo.

Suíte do Apocalipse é uma dica interessante tanto para quem curte o gênero superequipe, quanto para quem procura dramas humanos. Trazendo novidades para fãs dos dois estilos. É diferente, ousado e bem feita.

The Umbrella Academy: Suíte do Apocalipse é dividida em seis partes lançadas originalmente entre 2007 e 2008. No Brasil chegou em 2009 pela Devir, em uma edição caprichada que traz ainda duas aventuras curtas com a equipe, “Mon Dieu!” e ...Mas o Passado Não Perdoa., além de notas e rascunhos da produção. A editora também lançou o segundo volume da série The Umbrella Academy: Dallas. Um terceiro volume, Hotel Oblivion, já está em produção e há planos para uma quarta edição.

The Umbrella Academy: Suíte do Apocalipse (The Umbrella Academy: Apocalypse Suite)
Gerard Way e Gabriel Bá
Devir (Dark Horse)

* The Umbrella Academy: Suíte do Apocalipse também está disponível no Social Comics, o serviço de streaming de quadrinhos.

Leia sobre o painel com Gerard Way e Gabriel Bá sobre The Umbrella Academy na CCXP 2015

0 comentários:

 
Copyright © 2014 Ah! E por falar nisso... • All Rights Reserved.
Template Design by BTDesigner • Powered by Blogger
back to top