sexta-feira, 17 de outubro de 2014

Gotham

Não é de hoje que o universo de super-heróis conhece o caminho para a TV. Entretanto, nunca houve tantas séries em exibição ao mesmo tempo sobre quadrinhos. Apenas em 2014, serie-maniacos e fãs de HQs podem assistir Arrow, Flash, Marvel's Agents Of Shield, e Constantine (Agente Carter focada na ex do Capitão América, deve chegar em 2015). Isso sem contar as inúmeras séries animadas, e reprises de Smallville que pipocam na Warner e SBT, de vez em quando.

Á exemplo do cinema, com tantos super-poderes invadido a tela, não é de se surpreender que novos estilos sejam testados. Gotham é o principal exemplo disso!

Se você esteve preso em uma caverna cheia de morcegos no último século, e não sabe, Gotham, é a cidade natal do Batman. Mas Bruce Wayne é ainda um menino nessa série de TV. Logo, nada de super-heroi, é na carreira detetive iniciante James Gordon (Ben McKenzie, de The O.C.), e na decadente e corrupta cidade que Gotham, a série, se baseia.

De volta cidade natal e recém-promovido, Jim Gordon é o tipico bom moço, que realmente quer ver sua cidade melhorar. Não demora muito para o protagonista se decepcionar ao perceber, que além de propositalmente incompetente, a polícia da cidade também é preguiçosa e corrupta. Fato que pode (e vai), confrontar suas convicções. Até que ponto ele vai conseguir se manter no jogo, sem se corromper.

E já apresentei um grande dilema, sem nem precisar mencionar um vilão ou caso em particular. Mas caso esteja se perguntando, é claro, que a série começa com o primeiro grande caso de Gordon: o assassinato de Thomas e Martha Wayne, na frente de seu filho de 12 anos Bruce (David Mazuouz). Caso misterioso que seu parceiro Harvey Bullock (Donal Logue), faz questão de resolver "do jeito que der".

Criminosos não faltam para levar a culpa, entre corruptos e batedores de carteira, se destacam a "mulher de negócios" Fish Mooney (Jada Pinkett Smith), que disputa poder com Don Falcone e seu empregado Oswald Cobblepot (Robin Lord Taylor). Este último, um cara manco, com nariz afilado, carregando uma sombrinha. Sim, é o futuro pinguim, e suas tradicionais características sendo explicadas, apresentadas e adicionadas aos poucos com razões plausíveis. Seguindo a narrativa mais "pé no chão" e menos cartunesca.

Também já perambulam por este universo, a jovem Selina Kyle (Camren Bicondova), que prefere ser chamada de "Cat" (Gato em inglês), e já se esgueira de forma gatuna pela cidade, muitas vezes presenciando eventos importantes. Já o futuro charada Edward Nygma (Cory Michael Smith) tem um bom emprego na area forense da polícia. Sem muita função inicialmente, sua presença é puro "fã-service". O mesmo vale para a futura Hera Venenosa, que aparece no estilo "piscou perdeu"!

Muito distante das outras produções da Warner para a TV. Gotham, tem uma trama mais voltada para uma investigação constante, e disputas pelo poder. Deixando de lado o tradicional "caso da semana", utilizado tanto em séries de super-heróis (Smallville), quanto em séries policiais (CSI). A fotografia com estilo noir, evidencia que aquele universo nasceu nos quadrinhos, sem torná-lo cartunesco. Além é claro, de criar o clima de tensão, perigo e decadência que toma conta da cidade.

Escolhas, visuais e narrativas que podem dar um fôlego e frescor à DC, na disputa de público com a Marvel. Embate no qual a editora do Superman tem se saído melhor na telinha, do que na telona. Mas não tenha esperança, de que o universo de Gotham, encontre Arrow e Flash. Além de produções de canais diferentes, as séries também buscam públicos distintos. Na humilde opinião desta blogueira que vos escreve, seria complicado unir os dois universos.

Além de toda a bandidagem, e das cobranças de Bruce sobre o caso. Jim ainda precisa lidar, com os colegas de trabalho, a promotora Renee Montoya (Victoria Cartagena) e a noiva Barbara Kean (Erin Richards). Tomara que no meio de tudo isso, o personagem ainda arrume tempo para cultivar seu tradicional bigode.

Vilões do Batman, legais mesmo sem o homem-morcego.

Gotham é exibida no Brasil pelo Warner Channel, nas segundas-feiras, às 22h30, com apenas uma semana de diferença da exibição "estadunidense". Com apenas 4 episódios exibidos lá fora, a série já conseguiu audiência suficiente para estender sua temporada de 16 para 22 episódios. 

Leia mais sobre séries e sobre Batman.

0 comentários:

 
Copyright © 2014 Ah! E por falar nisso... • All Rights Reserved.
Template Design by BTDesigner • Powered by Blogger
back to top