segunda-feira, 27 de janeiro de 2014

O Lobo de Wall Street

Dinheiro é a mais viciante das drogas, e torna seus dependentes nos seres humanos mais desprezíveis. Este é o tema principal de O Lobo de Wall Street, nova parceria entre Martin Scorcese e Leonardo DiCaprio, baseado no livro homônimo e autobiográfico Jordan Belfort.

O ex-corretor da bolsa de valores Jordan Belfort (DiCaprio) começou como um jovem tímido ávido por subir na vida. Que não demorou muito para construir sua própria empresa e produzir rios de dinheiro, manipulando o sistema financeiro e prejudicando centenas de clientes. Segue-se uma vida de extravagâncias, absurdos e ostentações regada à sexo, drogas, dinheiro e à visão distorcida que Belfort e cia parecem ter da realidade.

Tudo devidamente equilibrado com tom cômico, que hora beira o pastelão, hora beira a tragédia. Não é atoa que o escolhido para contracenar com DiCaprio é Jonah Hill. O comediante consegue não apenas oferecer o alívio cômico, mas também confere a ansiedade, insegurança e descontrole à Donnie, principal parceiro de Belfort, quando necessário.

Mas é DiCaprio quem está todo tempo em cena, durante três horas de projeção carrega o filme. Alternando surpreendentemente bem entre momentos de comédia física, o jovem inseguro do início e o ser desprezível que Jordan se torna ao longo da projeção. Em um personagem cheio de nuances digno da indicação do Oscar que recebeu.

Vale também observar a boa trilha sonora. E a edição que brinca com a câmera lenta, diferentes razões de aspecto, mudanças de perspectiva e claro, com a irreverente e nada respeitosa narração de Belfort. O personagem nos apresenta sua visão do mundo desde o princípio, seja corrigindo detalhes como a cor de um carro, ou explicando preguiçosamente como as coisas funcionam. Digo preguiçosamente, pois o arrogante personagem não se importa muito com sua audiência.

Longo e superpopuloso O Lobo de Wall Street é um filme complexo e cheio de nuances. Talvez neste excesso resida o maior problema do longa. Estará mentindo que afirmar que não esperava pelo retorno do personagem de Matthew McConaughey antes do fim. Ou mesmo, que não esquecia hora ou outra que toda a gangue estava sendo investigada pelo personagem de Kyle Chandler desde o início do filme. No elenco ainda há participações especiais de Rob Reiner, Jon Favreau, e Spike Jonze.

O Lobo de Wall Street (The Wolf of Wall Street)
EUA , 2013 - 180 minutos
Comédia

0 comentários:

 
Copyright © 2014 Ah! E por falar nisso... • All Rights Reserved.
Template Design by BTDesigner • Powered by Blogger
back to top