quinta-feira, 24 de março de 2011

Esposa de Mentirinha

Dany (Adam Sandler), teve a maior decepção de sua vida no dia de seu casamento, ao descobrir que sua noiva amava seu dinheiro, e não a ele. Mas nem tudo foi perdido! Ao fugir do casamento direto para um bar ele descobriu a melhor cantada do mundo. Com aliança no dedo ele conta para as mulheres que é maltratado pela esposa. Elas reagem com extinto materno e resolvem consolar a pobre criatura. E o relacionamento não passa de uma noite, afinal ele é casado.

Tudo vai muito bem para, bem sucedido cirurgião plástico até que ele conhece a garota de seus sonhos em uma festa. Palmer (Brooklyn Decker) é jovem, bonita e inteligente. Contudo, na noite em questão a aliança estava em seu bolso, ao descobri-la a moça acredita ter sido enganada por um homem casado. Dany então inventa uma futura ex-esposa para encobrir sua canalhice. Convence sua fiel secretária, Katherine (Jennifer Aniston), a ser sua Esposa de mentirinha.

Como toda mentira se comporta como uma bola de neve, a história cresce e envolve os filhos de Katherine e até um primo de Danny. Todos devidamente convencidos pelo cartão de crédito do médico . Como se não fosse o suficiente, a mentira evolui para férias em família no Havai. 

Se você deduziu os rumos da história a partir daqui, você provavelmente acertou. O longa é previsível, mas a essa altura quem decide ver um filme com Sandler (sempre o coitadinho equivocado) e Aniston (a eterna gata borralheira), espera por isso. 

Mais "familia" que a maioria dos filmes de Sandler as piadas escatológicas dão um tempo. E aquelas que te surpreendem são poucas. Os furos na trama estão lá. Como o fato de a personagem de Jeniffer começar interpretando uma esposa-má-de mentinha, e terminar como uma pessoa legal. Ou da conta bancária de Sandler ser maior que o PIB dos Estados Unidos. Só assim para pagar tudo o que seus parentes de mentirinha exigem.

O que surpreende é a atuação das crianças. Com timming perfeito, muitas vezes melhores que o dos adultos e cara de fofos, fica difícil não achar graça do mini mafioso Michael (Griffin Gluck), culpado pela viagem para o Havaí. E da ótima Maggie (Bailee Madison, a irmã caçula de Ponte Para Terabítia), uma aspirante a atriz, com língua afiada, que gosta de exercitar seu sotaque britânico.

Participação especial de Nicole Kidman, como Devlin Adams, arqui-inimiga dos tempos de faculdade da personagem de Jennifer. Comédia não é o forte de Kidman, que ao menos parece estar se divertido, com a caricata mulher perfeita.

Mas tudo bem, afinal sabíamos onde nos mentíamos quando entramos na sala escura. Esposa de Mentirinha é um filme para quem não quer, e nem precisa, ser engajado e lógico todo o tempo. Quando se aceita isso a diversão começa!

Esposa de Mentirinha (Just Go With It)
EUA - 2011 - 117 min.
Comédia / Romance

0 comentários:

 
Copyright © 2014 Ah! E por falar nisso... • All Rights Reserved.
Template Design by BTDesigner • Powered by Blogger
back to top