segunda-feira, 8 de março de 2010

Oscar 2010

Ao assistir a cerimônia do Oscar 2010 noite passada, uma idéia ficava martelando em minha cabeça. Estadunidenses precisam pensar menos em guerra, ou os filmes de guerra vão continuar a ser mandados direto para a locadora por aqui. Por mais interessantes que sejam, os espectadores já estão meio cansados de homens-bomba, na vida real para resolver assisti-los voluntariamente.

É por isso que muita gente nem sequer tinha ouvido falar do grande vencedor da noite Guerra ao Terror (The Hurt Locker) levou 6 estatuetas para casa ( Melhor Filme, Melhor Diretor, Melhor Roteiro Original, Melhor Edição, Melhor Mixagem de Som e Melhor Edição de Som). 
Bigelow e seus 2 presentinhos

Também foi poético, e até meio piegas, assistir a primeira mulher receber o prêmio de melhor direção, Kathryn Bigelow, bem no Dia Internacional da Mulher (já passava de meia-noite). A propósito parabéns a todas as leitoras do Ah! E por falar nisso...

Observando o Oscar 2010:
  • Quem mais assistiu a cerimônia meio-a-meio? Metade na TNT, metade na Globo? Vida de cinéfilo brasileiro é difícil. Os comentários de Rubens E. Filho são de doer, assim como a tradução, as vezes, simultânea da TNT. Já a Globo, tem a tradução simultanea muito boa, mas corta metade da cerimônia, em prol dos BBBobos, os comentários de José Wilker, são mais modestos que de seu concorrente, mas ele também não escapa das viagens. Tudo bem que Bastardos Inglórios (Inglourious Basterds) merecia mas atenção, mas dizer que ele custou só 7 milhões é exagero. 
  • No tapete vermelho, as coisas estava bastantes discretas esse ano. A exceção de Zoe Saldanha que parece que esqueceu de conferir a parte de baixo do vestido antes de encomendar. Além disso ninguém superaria o visual de Ben Stiller ao apresentar o prêmio de melhor maquiagem, vestido de Na'vi. Embora Avatar, nem sequer tenha mencionado na categoria.
  • Eu sei que muita gente detesta, mas eu senti falta das apresentações de melhor canção. Elas davam um refresco em meio a tantos agradecimentos  emocionados e enfadonhos.
    Aprendi Na'vi para o Oscar
  • Esse ano as canções foram substituídas pela apresentação das trilhas sonoras em um único número de dança. Até que foi interessante. Por aqui muitas vezes os filmes só chegam depois do Oscar (curiosamente quase todos os concorrentes dessa categoria já passaram por aqui) é bom conhecer um pouco de cada trabalho e saber o que estão premiando. Contudo, a trilha de Guerra ao Terror não combinava em nada com a dança apresentada. Não deu para não pensar nas bailarinas do Faustão, sempre fora do ritmo. Sherlock Holmes tinha uma trilha interessante, mas foi a mais aplaudida UP - Altas Aventuras, que levou.
  • A homenagem aos filmes de terror foi divertida, especialmente a paródia de Atividade Paranormal com os anfitriões Steve Martin e Alec Baldwin. Mas o vídeo trazia muitos filmes de outros gêneros. Crepúsculo é terror? Ah, tá!
  • Farra Fawcett coitada, foi esquecida na homenagem aos que já se foram. Eu disse. Ela se foi em um péssimo dia, sua morte foi abafada pela de Michael Jackson. Este sim teve seu nome lembrado.
    Pior e Melhor ao mesmo tempo
  • Sandra Bulock, tanta gente contra ela, por aí. Direto de uma fase ruim na carreira ela levou o prêmio de Melhor Atriz  e o de Pior no mesmo fim de semana. A Miss Simpatia ganhou o Framboesa de Ouro por Maluca Paixão (All About Steve). Amarradona, ela foi buscar os dois prêmios com o mesmo entusiamo.
  • O leite a Amargura (La Teta Assustada), poderia ganhar o oscar de nome mais original, se a tradução fosse ao pé da letra.
  • Que negócio é esse de trocar o "and the Oscar goes to.." por "the winner is..."? A frase que precede a revelação de cada prêmio está tão fixa na memoria do pessoal que volta e-meia, alguém quase fala sem querer em outras premiações. Coisa mais sem graça retira-la do roteiro. Obrigada Kate Winsllet por esquecer disso e nos deixar ouvi-la ao menos uma vez.
  • Sem graça também foram as piadas ensaiadas dos apresentadores. Mas tudo bem elas sempre são sem graça!

Quer conhecer todos os vencedores? Clique aqui.

2 comentários:

Giselle de Almeida disse...

Ai, como eu queria ter tuitado na noite do Oscar, tantos comentários a fazer... Não deu, mas vc falou de quase tudo aqui.

Achei os números de dança super nada a ver, adorei Ben Stiller de Avatar, achei George Clooney muito mal humorado, pensei q a Bigelow fosse passar mal no palco e achei lindo todo mundo aplaudindo de pé a Mo'Nique. AMEI os Oscars de Sandra Bullock (adoro) e de O segredo dos seus olhos.

Gente, só eu acho o Wilker o pior de todos os comentaristas? Fiquei no TNT mesmo, embora a locutora tenha falado cada abobrinha... Tá bom, ano que vem prometo comentar ao vivo pra não fazer um comentário tão longo quanto este ahahahaha

Fabiane Bastos disse...

Vc sabe que é bem vinda para fazer o comentario longo que quiser. Pode até fazer 2. rs

Mas se não deu p/ twittar, faça um post como eu!

Eu gostei da parte do Sherlok e de UP, dos numeros musicais. Talvez pq a música fosse boa. Mas preferia quando apresentavam as canções.

Queria que A Princesa e o Sapo ganhasse o de canção. Adoro Almost there!

Acho que o Wilker fala besteira, mas o formato da Globo só deixa ele fazer isso nos entervalos, quando agente não precisa prestar atenção. Já o Rubens, fala o tempo todo ele chega até a assumir a tradução. Sinistro é que é a melhor coisa que ele faz, traduz melhor que a guria q a TNT coloca p/ o trabalho.

Liga não, eu reclamo mas é uma das coisas que gosto no Oscar. Falar mal dos vestidos, tentar adivinhar os vencedores e reclamar do comentarista!

 
Copyright © 2014 Ah! E por falar nisso... • All Rights Reserved.
Template Design by BTDesigner • Powered by Blogger
back to top