sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010

O problema do "E SE?"

Tenho um problema desde pequena, talvez alguém aí possa me ajudar. Não sei ao certo quando começou. A lembrança mais remota que tenho é de quando tinha cerca de uns 7 anos. Talvez tenha começado aí.

Parque de diversões visita a cidade, família, amigos, trem fantasma...

-Não vou! - 7 anos, eu sabia que teria pesadelos, racionalmente escolhi ficar de fora. Quando todos saíram dizendo o quanto foi legal, mais engraçado que assustador, não pude evitar pensar - E se eu tivesse ido?

Tenho 25 anos, já fui a vários outros trens fantasmas e até hoje volta e meia essa pergunta me vem a mente. Desde então é impossível enumerar quantas vezes o "E SE?" me atormentou. A cada decisão por mais boba ou óbvia que seja, (o melhor caminho é...) fico na dúvida. Seja pela Lei de Murph ou da "improbabilidade" o "E SE?" teima em ser a melhor escolha, especialmente quando deixamos a opção de lado estando altamente propensos a se arrepender.

Perdida em minha mente outro dia (não devia fazer isso, a mente é um lugar perigoso, eu não devia me aventurar sozinha), pensei: E se não for só eu? E se decidíssemos mergulhar de cabeça nos "E SE?"? E se eu publicar isso? E se acharem loucura ou bobagem? E se Alguém tiver a solução do meu "E SE-ismo"?

Então eis o post!

3 comentários:

Daniel Caetano disse...

Talvez seja o seu lado emocional pedindo um pouquinho mais da sua atenção... :)
Sei que em algumas situação é até inevitável pensar no "E se", mas é importante lembrar que é apenas um exercício filosófico... :)

"Que não é o que não pode, ser que não é. O que não pode ser que não, é o que não, pode ser que não... é!"

Giselle de Almeida disse...

Eu é que não tenho a solução. Aliás, se vc achar, me avisa...

Fabiane Bastos disse...

"Que não é o que não pode, ser que não é. O que não pode ser que não, é o que não, pode ser que não... é!"

Hã?!? rsrs
Liga não Caetano, foi de um momento catarse+viagem que saiu desse texto. Mas, obrigada.

Pacto Gi. Quem achar conta p/ outra, ok!

 
Copyright © 2014 Ah! E por falar nisso... • All Rights Reserved.
Template Design by BTDesigner • Powered by Blogger
back to top