sábado, 9 de janeiro de 2010

Pirataria só no cinema!

Vou contar um segredo: cinéfilo de verdade não assiste filme pirata. E não tem nada a ver com o papo politicamente correto (embora esse também seja importante). É que simplesmente não conseguimos assistir. São filmes inacabados, com som e imagem ruim, legendas mal feitas, alem dos comentários sons de rizos, e as cabeças passantes rumo ao banheiro, que costumam aparecer em algumas cópias.

Reconheço que os preços absurdos das salas e cópias originais, sejam um agravante para o crescimento da pirataria. Mesmo assim, o preço mais barato, não compensa pela falta de qualidade. E torna a concorrência ainda mais desleal já que com a diminuição de fregueses/expectadores, os preços dos ingressos e DVD, só pode subir mais.

Por essas e outras várias razoes o Ah! E por falar nisso... está aderindo oficialmente à campanha Pirataria só no cinema. Criada por Marcos Ribeiro do blog Epipocando. Participe também! Basta carregar os selos para seu, blog, site, orkut, twitter, espalhe essa idéia!



Campanha se estende a outros produtos. Além de CDs DVDs, games e programas de computador, também sãos pirateados tênis, roupas, artigos esportivos, peças automotivas, brinquedos, protetor solar, óculos de sol e remédios. Estes aliais não põem em risco um eletrodoméstico, ou duas horas de diversão, mas a sua vida.

Eis os 7 pecados capitais da pirataria segundo o Conselho Nacional de Combate a Pirataria:

- Desemprego;
- Sonega impostos;
- Prejudica a economia nacional;
- Engana o consumidor e afeta sua saúde;
- Rouba idéias e invenções;
- Pratica a concorrência desleal;
- Alimentar o crime organizado.

Mais informações no site da campanha Pirataria tô Fora!

8 comentários:

wilmail disse...

É verdade, um filme pirata normamente destroi a obra. Porém existe um fator a mais que incentiva a pirataria: O tempo que leva para um lançamento sair em DVD depois que estreia no cinema. Na minha opinição o ideal seria o lançamento simultâneo no cinema e DVD. Se não for simultâneo, que pelo menos o tempo seja menor entre um ou outro. Entre comprar ou baixar um pirata e ter o original com qualidade a disposição, tenho certeza que a maioria vai optar pelo original. Quem estiver a fim de ver no cinema, vai ver de qualquer jeito, independente de existir o DVD ou não.

Anônimo disse...

não fala merda cara, Mauricio Saudanha do Cinema com Rapadura é um dos cinéfilos mais apaixonados que eu conheço e vê sim filmes piratas. ¬¬

Fabiane Bastos disse...

Acredito que toda regra tem sua exceção e que volta e meia algum cinéfilo precise recorer a esse recurso. O que é uma pena!
E da próxima vez sr. Anônimo identifique. Falar merda, das merdas dos outros é facil! Admitir que falou é outr a história...

wilmail, acho que a chegada do DVD depende da distribuidora. Nos ultimos anos a janela (o espaço entre o lançamento nos cinemas e em DVD), q era de 6 meses diminuiu para 3,4 meses. Provavelmente uns dos fatores que gerou a mudança é a pirataria. Mas vai depender do filme. Disney é sempre no mínimo 6 meses. Já o ultimo A Era do Gelo, chegou tão rápido que ainda tinha cinemas de cidade pequena exibindo. Cinema nacional aí é outra história...

Markd2lp disse...

Quando se está no cinema, realmente é verdade, pois o que existe por aí tem qualidade horrivel, mas quando sai em DVD e BluRay, aí a história muda, porque as pessoas iriam pagar uma fortuna num DVD se elas podem baixar a imagem do mesmo em 1 hora pela internet (4.4 GB numa internet de 10 MB)?

Ainda perguntam o porque da pirataria? com esses preços absurdos, e a internet cada dia se tornando mais veloz, concerteza muitas pessoas irão optar por baixar o arquivo da internet, pois em termo de qualidade não se perde nada.

Fabiane Bastos disse...

Isso é verdade. Embora nada se compare a ter o DVD original, com extras, capa bonitinha, etc, os preços bem que deixam a desejar. Assim como o catatau de edições que lançam, sempre sai uma mais completa que a que vc gastou seu suado dinheirinho.

Anônimo disse...

Eu vejo muito filme "baixado" normalmente aquele que estou em dúvida se vai ser bom ou não, mas quando sei que será bom eu vou para o cinema, agora pagar R$ 18,00 de ingresso, receber chute na cadeira, criança chorando, aqueles babaquinhas que ficam falando e ou atendendo celular e ainda mais o filme ser meia boca não há nada pior, quanto ao filme em dvd adoraria comprá-los e tenho amigos que compram, mas não tenho coragem de comprar um filme por R$ 39,90, para assistir uma vez na vida e outra na morte.

Motokeiro Ursão disse...

SO PARO DE PIRATEAR QDO BAIXAREM O PREÇO!
SE FIZESSEM TANTA CAMPANHA PARA BAIXAR OS MALDITOS IMPOSTOS E ASSIM PRATICAREM PREÇOS MAIS ACESSIVEIS A POPULAÇÃO PODERIA NÃO TER ACABADO, MAS DIMINUIDO BASTANTE!
ALGUEM JA PAROU PRA PENSAR PQ UM DVD É TÃO CARO?
IMPOSTOS MEU FILHOS!!!!

oneide disse...

sabe a questão vem dos direitos autorais.
ai a coisa muda,e mais embaixo o furo pq os autores mesmo de obras NUNCA são remunerados e a maior ilusão o tal direito autoral.
A indústria do entretenimento oficial pode se dizer esta ao nivel de mafia.
o termo "pirataria"termo que foi inventado pela propria IE e o que eles fazem com a cultura.
tudo tem que entrar no esquema deles,cria se necessidades culturais sem que a maioria tenha ascesso criando um vacuo,tornando a maioria em excluidos culturais.
PS:sobre impostos creio que obras culturais tem isensão de impostos.

 
Copyright © 2014 Ah! E por falar nisso... • All Rights Reserved.
Template Design by BTDesigner • Powered by Blogger
back to top