quarta-feira, 13 de julho de 2016

Caça-Fantasmas

Se você tem menos de 25 anos é provável que não saiba para quem ligar caso haja algo estranho em sua vizinhança. E como vivemos na era dos remakes, tal situação não poderia continuar por muito tempo. Logo, é a vez de uma nova geração de Caça-Fantasmas chegar aos cinemas.

A retomada da franquia tem dois objetivos bastante claros, distintos e comuns à refilmagens e sequencias: apresentar o universo para novas gerações e cativar as antigas pela nostalgia. Esta última, uma tarefa complexa considerando o carisma dos filmes da década de 80. As produções são adoradas não apenas pelo roteiro e efeitos especiais, mas pelo time de humoristas que o estrela. Três décadas mais tarde, reunir o antigo elenco não é tão simples. Assim como recrutar um novo time de humoristas que evite comparações.

A solução foi abandonar os acontecimentos anteriores (mas não a identidade da franquia) e reiniciar a história. Além de subverter os gêneros, invertendo a dinâmica e as piadas sexistas que os anos 80 permitiam, e ainda aproveitar a onda de empoderamento feminino, que invadiu a tela grande. Agora as protagonistas são mulheres, a secretária "sex simbol" desprovida de cérebro é um interprete de super-herói da moda. E Nova York ainda não descobriu o sobrenatural.

Erin Gilbert (Kristen Wiig) está prestes a conseguir o emprego de sua vida, mas tem seus planos arruinados pelo relançamento de um livro que escreve anos atrás com a antiga amiga, Abby Yates (Melissa McCarthy). Ao mesmo tempo ocorrências paranormais começam a acontecer por toda a cidade. Jillian Holtzmann (Kate McKinnon) é a atual parceira de pesquisas de Abby. Já Patty Tolan (Leslie Jones) conhece a cidade como ninguém e resolve adicionar seus conhecimentos ao grupo, apoós presenciar uma atividade paranormal.

Com o time formado, o longa segue uma divertida trama, digna de Scooby Doo, mas com monstros reais. Autoridades atrapalhando o serviço, um bem elaborado "papo cientifico sobrenatural" e muitas, muitas referências. Aos filmes originais, à filmes de fantasmas e a cultura pop como um todo.

As referências aliais, são parte importante da construção da nostalgia. Esta conta com participações especiais pontuais, velhos monstros conhecidos, e até trechos da icônica música tema inseridos nos diálogos. Escancarados ou escondidos, os detalhes vão entreter os fãs de todos os níveis.

A dinâmica entre as protagonistas é eficiente, e individualmente elas são excelentes. E, embora, as mais conhecidas Wiig e McCarthy puxem a trama, não falta espaço para McKinnon e Jones mostrarem à que veio. Todas tem sua função e espaço no grupo, e mais importante: personalidade própria. Felizmente fugindo da fácil e preguiçosa recriação dos personagens de Bill Murray, Dan Aykroyd, Harold Ramis e Ernie Hudson em versão feminina.

Se houve polêmica por causa da escalação feminina, nem as protagonistas nem a produção ligam. Fazem piada inteligentes com o absurdo, à começar por sua "secretária". Kevin (Chris "Thor" Hemsworth), este sim uma recriação invertida assumida da versão original, que surpreende quem acreditava que o ator não teria timing para comédia.

Com o avanço da tecnologia à seu favor, os efeitos especiais são bem produzidos. As criaturas são horripilantes e engraçadas na medida certa. Há quem fique incomodado porém com o excesso de gosma em cena. Mas vale lembrar, que a produção tem que agradar também a criançada acostumada a banhos de gosma nas premiações da Nickelodeon. Gosma atirada na tela nos leva direto ao 3D que é eficiente e recomendado.

Existem cenas durante quase toda a sequência de créditos, o que inclui até um mini-vídeoclipe. Além de uma cena pós-créditos. Logo, não saia correndo da sala. E já que estamos no momento das dicas também aproveite para esquecer o trailer ruim e as polemicas sexistas. Você veterano, não vai ter sua infância estragada, vai até sentir aquela nostalgia gostosa. Já os novatos finalmente vão descobrir para quem ligar. Soa clichê, mas é diversão para todas as idades!

Caça-Fantasmas (Ghostbusters)
EUA - 2016 - 116min
Ação, Comédia , Fantasia

0 comentários:

 
Copyright © 2014 Ah! E por falar nisso... • All Rights Reserved.
Template Design by BTDesigner • Powered by Blogger
back to top