quinta-feira, 7 de abril de 2016

Rua Cloverfield, 10

Está surpreso? Talvez meio perdido por ser fã de Cloverfield - Monstro (2008) e nunca ter ouvido falar desta aparente continuação? Calma você não é o único. Rua Cloverfield, 10 foi anunciado em Janeiro deste ano já com trailer, cartaz e data de estreia. A produção de J.J. Abrams foi iniciada, desenvolvida e finalizada em segredo. O que convenhamos combina e muito com o tema da produção.

Reparou que no parágrafo anterior eu disse "aparente continuação"? Isso é porque este longa não é exatamente uma sequencia, tão pouco segue o estilo found footage de monstro do original.

Michelle (Mary Elizabeth Winstead, a Ramona de Scott Pilgrim)sofre um acidente de carro e acorda algemada em um quarto vazio. Lá ela conhece Howard (John Goodman), que informa tê-la salvado do fim do mundo. Presos com eles no abrigo está Emmett (John Gallagher Jr.), um homem também salvo por Howard.

Um thriller psicológico sobre sobreviventes em um bunker. Acompanhando a história pelos olhos de Michelle o espectador, não tem certeza da realidade lá fora ou das intenções de seus companheiros. Logo, compartilha de sua tensão e necessidade de respostas. Felizmente, apesar da situação difícil, a personagem de Winstead (muito bem no papel), está longe de ser uma vítima.

Enquanto John Goodman (igualmente competente), apresenta um anfitrião que em alguns momentos parece ser a única pessoa consciente do que realmente acontece lá fora. Já em outros soa como um louco, maníaco com o apocalipse. John Gallagher Jr completa a dinâmica de grupo.

A ambiguidade também vale para o bunker em questão. Criado para parecer ao mesmo tempo claustrofóbico e aconchegante. Apesar de confinados debaixo da terra, em alguns momentos os personagens parecem dividir um lar.
Três estranhos confinados em um lugar pequeno. Simples assim, o argumento de Rua Cloverfield, 10 cria um suspense empolgante, angustiante e com reviravoltas. Se o longa anterior era uma "correria pela sobrevivência com a câmera na mão", aqui a câmera parada oferece tempo para espectador e personagens tentarem descobrir o que realmente está acontecendo.

Ah! E por falar no Cloverfield original, a ligação entre os filmes é o universo. Personagens, situações e problemas distintos em um mesmo universo. Fãs mais fervorosos podem até procurar por easter eggs. Entretanto, não é preciso conhecer o primeiro longa para entender e gostar deste lançamento surpresa.

Rua Cloverfield, 10 (10 Cloverfield Lane)
EUA - 2016 - 105min
Suspense, ficção ciêntífica

2 comentários:

Andie20uns disse...

Pareceu ser interessante de assistir... :)

Boa dica!

bjos

Fabiane Bastos disse...

Não deixe de contar o que achou depois de assistir.

Valeu pela visita!

Bjs

 
Copyright © 2014 Ah! E por falar nisso... • All Rights Reserved.
Template Design by BTDesigner • Powered by Blogger
back to top