terça-feira, 1 de março de 2016

Oscar 2016

Você já descobriu que são os vencedores, já leu a opinião da crítica especializada e dos manés também, leu sobre os premiados, os esquecidos e as injustiças. Agora é a hora dos humildes comentários desta blogueira que vos escreve. Com um leve atraso causado pela ineficiência da nossa rede elétrica combinado ao excesso de chuvas da estação.

Começando pelo princípio. A longa, confusa e constrangedora introdução de Chirs Rock. Reconheço que o apresentador negro estava em uma saia justa com a polêmica do #OscarSoWhite. Mas sua tentativa de mostrar que o problema não é apenas da academia, mais da indústria como um todo (o que é verdade), foi no mínimo equivocada. Além de não acertar o tom da comédia, era extensa repetitiva e constrangedora. Deixar as "pessoas brancas" presentes desconfortáveis em público, não vai ajudar em nada à causa, e nem conseguiu arrancar rizadas.

Mas vamos as partes legais como os muitos Oscars de Mad Max: Estrada da Fúria. Foram seis. Todos técnicos, é verdade, mas foi o impulso que faltava para garantir a sobrevivência da franquia.

A internet não deixou dúvidas de que era o ano do DiCaprio, mas também foi o ano de Alicia Vikander, atriz sueca que chegou de mansinho e de repente parece estar em metade dos filmes legais que você viu recentemente. Além da produção que lhe deu o prêmio, A Garota Dinamarquesa, a moça também está em Ex-Maquina, O Amante da Rainha e O Agente da U.N.C.L.E., só para dar um exemplo.

Ex-Maquina aliais quebrou o bolão de muita gente ao tirar o Oscar de Efeitos Especiais de Star Wars e Mad Max. (Surpreendentemente, essa eu acertei no bolão!). No gif abaixo, a dancinha de celebração de Ex-Maquina.

Outra que deixou de ser a "famosa quem", e finalmente você vai lembrar do nome quando rever qualquer título das dezenas de créditos que a moça tem, é Brie Larson. Scott Pilgrim, Anjos da Lei e as séries de TV Community e United States of Tara, são os mais fáceis de lembrar. A moça ainda esbanjou carisma ao abraçar todos os sobreviventes de abuso sexual que participaram do número musical com Lady Gaga. E ao brincar todo o tempo com seu "filho da ficção".

E por falar no Jacob Tremblay, com apenas 9 anos ele elevou os níveis de fofura da cerimônia ao limite. Era a pessoa mais bem vestida da festa com abotoaduras de Millenium Falcon e meias do Darth Vader. Imagina a ansiedade do garoto quando R2D2, BB8 e C3PO subiram no palco. Alais não precisa imaginar não, confere o gif.

O rapazinho também conheceu os robôs e a Rey pessoalmente (Pense em uma criança feliz!). Já a piada de colocá-lo ao lado do também pequeno protagonista de Besats of no Nation, para apresentar o prêmio de curtas, já estava para lá de batida. Abigail Bresling e Jaden Smith já sabiam disso anos atrás quando protagonizaram a mesma piada.

E por falar em coisas que já vimos antes. A emocionante apresentação de "Til It Happens to You", interpretada por Lady Gaga tinha o mesmo formato usado para apresentar "Glory" do filme Selma. A diferença aqui, era as vítimas reais, no lugar de atores, emocionante. Só faltou mesmo, foi a canção levar o prêmio, que ficou com a sonolenta música de 007.

Ainda falando de música, emocionante ver Morricone finalmente receber um prêmio competitivo, pela trilha de Os 8 Odiados. E o respeito da organização em não subir a música durante os agradecimentos, com intérprete e tudo.

Mudando de assunto, sabíamos que o Menino e o Mundo não puxaria o tapete de Divertida Mente, mas foi legal ver o brasileiro por lá. Assim como foi legal ver Woody e Buzz inanimados no palco, antes da animação verdadeira entrar.

Outra presença emocionante, foi a do urso de O Regresso na platéia. Muitos afirmam, ele estava lá para defender a estatueta do colega de elenco....

... e por falar no colega de elenco, termino este post celebrando o Oscar mais esperado dos últimos tempos. Além de Leonardo DiCaprio, seus fãs, a platéia, o mundo e o mundo ficaram extasiados com a conquista do moço. Mas ninguém ficou mais feliz que a internet. Os cidadãos da rede mundial de computadores, continuaram acompanhando a celebração de Leo, com tanto entusiasmo quanto ele. Ouso dizer, os memes ainda não morreram! Mas isso é assunto para outro post....

Por hora encerro aqui minhas observações aleatórias e sem sentido sobre uma das mais estranhas cerimônias da Academia dos últimos tempos. Termino este post com a imagem do melhor "casal/não casal". Que venham os filmes do Oscar 2017!!!

0 comentários:

 
Copyright © 2014 Ah! E por falar nisso... • All Rights Reserved.
Template Design by BTDesigner • Powered by Blogger
back to top