sexta-feira, 18 de setembro de 2015

Informações úteis para sua maratona de Unbreakable Kimmy Schmidt

O Netflix tem sitcom. E não se trata de uma série qualquer é uma comédia criada por Tina Fey e Robert Carlock, de Saturday Night Live e 30 Rock.


Kimmy Schmidt (Ellie Kemper) foi sequestrada ainda criança pelo líder de uma seita apocalíptica, e passou os últimos 15 anos presa num bunker, com outras três mulheres e o tal líder. Ao serem resgatadas pela S.W.A.T., Kimmy decide aproveitar a vida ao máximo. Ela se muda sozinha para Nova Iorque, renega sua identidade de "mulher toupeira" (nome dado às vítimas pela mídia) e precisa lidar com os desafios de uma vida adulta em um "futuro" que ela desconhece...

Informações úteis para sua maratona de Unbreakable Kimmy Schmidt


1- ...sim, futuro Kimmy foi sequestrada lá pelos anos 2000, perdeu o 11 de setembro, a popularização dos celulares, da internet, a reunião deles em uma única tecnologia

2- se por um lado, Kimmy desconhece as referências atuais, todas as referências que ela faz são típicas dos anos de 1980 e 90. Acrescentando o fator nostalgia para aqueles que viveram esta época.

3- Diferente da maioria das sitcoms que abusam da reprise de situações. Esta série, é mais que eficiente em criar novas dificuldades. Essa velocidade pode até assustar alguns, no primeiro episódio por exemplo tudo parece acontecer rápido demais. Mas logo nos acostumamos ao ritmo da produção.

4- A Kimmy pode te irritar eventualmente. A personagem é otimista ao extremo daquelas que cansa muita gente. Entretanto é essa sua característica que nomeia (inquebrável) e sustenta a série. O resultado não seria o mesmo se a protagonista sucumbisse ao papel de vítima, e passasse toda a temporada remoendo os traumas de uma vida no bunker.

5- Mas, não se engane os traumas existem, e serão trabalhados aos poucos. Sempre de forma inteligente, leve e sarcástica.

6- Críticas, muitas críticas à sociedade, à mídia, à vida moderna estão disfarçadas em forma de humor ácido, por toda a temporada. Pegando o espectador escapista de surpresa.

7- Não é só de Kimmy que vive Unbreakable Kimmy Schmidt. Os outros personagens também tem seus arcos e dilemas. De fato muitas são eles que sustentam de forma estereotipada as críticas da sociedade atual, afinal a protagonista está além de seu tempo.

8- São estereótipos mesmo. O Titus Andromedon (Tituss Burgess) melhor amigo negro e gay, que quer se tornar uma estrela da Broadway. Jacqueline Voorhes (Jane Krakowski) uma "esposa ricaça do Upper West Side", cuja vida se limita tentar continuar bela e jovem.

9- Você vai passar boa parte da temporada se perguntando, mas e o líder da seita? Fugiu? Morreu? Ainda está no bunker? As autoridades vão deixar por isso mesmo? Calma, estas questões vão aparecer e com adoráveis surpresas.

10- Por outro lado, é possível que, só quando um episódio mencionar a família de Kimmy que você vai perceber que não se preocupou com a existência dela!

11- A abertura e faz referência a um vídeo viral da web. Tem apenas 30 segundos, mas a versão longa do "viral fake da web" pode ser assistido no canal da Netflix no YouTube. Confiram abaixo o vídeo que a inspirou e a versão estendida da abertura.

  

12- Também na abertura são exibidas imagens reais da infância de Jane Krakowski.

13- A série tem várias participações especiais e artistas da TV e da Broadway, inclusive da própria Tina Fey.

14- Unbreakable Kimmy Schmidt foi indicada a 4 prêmios Emmy. Melhor Ator e Atriz coadjuvante para Burgess e Krakowski. E Melhor Ator e Atriz convidados, para John Hamm e Tina Fey, respectivamente.
______________________

Unbreakable Kimmy Schmidt chegou em Março deste ano na Netflix, com 13 episódios de 30 minutos cada. Sua segunda temporada já foi anunciada para 15 Abril de 2016.

Leia mais sobre séries, ou confira Informações úteis para sua maratona de Sense8, Orange is The New Black e Demolidor.

0 comentários:

 
Copyright © 2014 Ah! E por falar nisso... • All Rights Reserved.
Template Design by BTDesigner • Powered by Blogger
back to top