terça-feira, 4 de agosto de 2015

O lado ruim do formato "streaming" para aficionados em séries!

Até agora é só alegria! Um preço ótimo, temporadas completas, diversas opções de áudio e legendas. Entretanto, por incrível que pareça existe sim, um lado não tão bom no sistema de streaming principalmente se você é um série-maníaco. Mas, nada de pânico tudo na vida é assim mesmo, lado bom e ruim, terra-céu, dia-noite, som e silêncio treva e luz. Andam sempre 2 a dois. Pra dar equilíbrio! (mas isso é uma música de Mulan 2, e não vem ao caso agora!).

A questão é você já descobriu alguma desvantagem entre as deliciosos e viciantes fins de semana de maratona das suas séries favoritas? Eu já, esse post nasceu daí! (É claro, que o sistema usado para "análise" é o revolucionário Netflix)

1- A infinita espera!
Então você assistiu Sense 8 numa tacada só, deixou de existir para o mundo durante um ou dois dias, de tão viciado e curioso que estava. E agora? Ao menos 1 ano de agonia na espera da próxima temporada, isso é se a série for renovada. Se a produção não for do Netflix a situação piora, pois corre o risco de a produção sair do catálogo e a próxima temporada nunca chegar.

Até agora, o comportamento do canal, é para manter as produções de fora disponíveis. E a maioria das produções próprias ganharam novas temporadas. Mas, vai dizer que você não fica com aquela pontada de medo de nunca saber quando a Piper vai sair do presídio?

2- E quando a espera acaba?
Particularmente assisti as duas primeiras temporadas de Orange is the New Black em uma tacada só. E fiquei segurando aquele um ano de empolgação para a chegada da terceira temporada. Ela chegou, mas só quando finalmente assistir que percebi: eu não lembrava de muita coisa. Lembrava dos arcos que curti mais e cenas específicas. Enquanto alguns personagens eu não fazia ideia como terminaram.

Eventualmente ao longo da temporada a memória voltou, em alguns casos uma visita ao Santo Google, resolveu. É claro, se tivesse tempo uma maratona com as temporadas anteriores teria sido minha opção. Mas não há tempo hábil de fazer isso todo ano, para todas as séries. Há?

- Ah! Fabi, isso aconteceu com você porque você assiste séries demais, e aí embola mesmo! - Sera? Acho que devo discordar, já que consigo elaborar arcos completos de personagens secundários de 9 anos Supernatural, e eles tem 24 episódios por temporada e um roteiro rocambolesco que só perde para Doctor Who (OITNB tem 13).

3- Mas então porque isso acontece?
Minha teoria: a culpa é da maratona! Isso mesmo aquele maravilhoso fim de semana inteiro que você tira para vegetar no sofá enquanto se empanturra de guloseima e consome as aventuras de seus personagens favoritos de uma só vez. Quem não adora?

Mas falta aí a semana intermediária. Aqueles seis dias entre os episódios que você fica discutindo na internet, no trabalho, no happy-hour ou em qualquer lugar, se o Stanis vai ou não se arrepender por ter sacrificado a Shireen. São esses dias de reflexão compulsiva que fixam a história em nossas mentes, na minha humilde opinião.

Isso sem falar que já estamos habituados a espera pelo episódio da próxima semana. Além disso os episódios espalhados assim, tornam a temporada mais longa, e diminuem a espera até o próximo ano. Aquela primeira complicação desta lista.

4 - A espera não é tão ruim, você sempre pode adicionar uma nova série na lista!
Claro, mas apesar de o catálogo ser grande e o Netflix estar produzindo muito, nem toda a série é para todo mundo. Eu consumo quase todos os gêneros, mas tem quem prefira, dramas, comédias, crimes. E aí?

Será que o sistema dá conta da demanda de consumo relâmpago, e dos gostos distintos dos espectadores? Será que nossos cérebros vão se adaptar completamente, Dar conta de tantas séries, e do tempo de espera, ou vamos embolar tudo? Só o tempo irá dizer!

5 - Enquanto isso o que fazer?
Nada de diferente, oras!!!
Esse post não é para mudar seus hábitos, muito menos criticar o serviço, as séries, ou o excesso de produção. É apenas para pontuar uma mudança curiosa em nossos comportamentos como expectadores. Eu vou continuar a mergulhar de cabeça, intercalando aquelas séries que "não deu para ver na TV", e as produções originais (torcendo para não dar um bug no meu cérebro com tanta informação).

E você? Acha que que os fenômenos acima estão acontecendo com você? Que o sistema vai se transformar com o tempo? Tem uma teoria diferente? Tá devorando assistindo quantas e quais séries agora? São boas? Recomenda aí!

Leia mais sobre séries e confira dicas úteis para suas maratonas de streaming.

0 comentários:

 
Copyright © 2014 Ah! E por falar nisso... • All Rights Reserved.
Template Design by BTDesigner • Powered by Blogger
back to top