segunda-feira, 17 de novembro de 2014

Constantine

Constantine, série de TV baseada na nos quadrinhos da série Hellblazer da Vertigo (selo da DC), chega à TV em 2014 em terreno complicado. Se por um lado tem fãs fiéis que esperam uma retratação da adaptação infiel que chegou aos cinemas em 2005 com Keanu Reeves no papel principal. Por outro tem que agradar ao grande público e competir com várias outras séries de TV, inspiradas em séries de quadrinhos. Tudo isso, quando seu tema principal, o sobrenatural, está em alta.

Exorcista, demonologista e mestre das artes ocultas, John Constantine protege a humanidade das forças sobrenaturais, ao mesmo tempo que luta com seus próprios demônios (internos e externos). Criado por Alan Moore, Steve Bissette e Totleben John, nos quadrinhos Constantine é reconhecido por seu jeito arrogante, negligente e enganador, mas principalmente por seu humor sarcástico e resmungão. Mas, isto é nos quadrinhos.

Na TV ele bem que tenta, e apesar da caraterização visual de Matt Ryan ser fiel às revistas, falta o carisma e o timing para tornar seu humor sarcástico em algo interessante. Ele também não pode fumar (outra caracterista marcante), limitações da TV aberta estadunidense para qual a série foi encomendada (curioso, não?). Para contentar os fãs, a produção coloca indícios de seu vício, um isqueiro, o cigarro já apagado. Palavreado baixo, e violência também são amenizados.

Liv, cortada após impressão ruim do episódio piloto!
Entre os personagens secundários, o anjo Manny (Harold Perrineau, Lost) traz muita pose, mas nunca diz a que veio. O parceiro, com misteriosos dons sobrenaturais Chas Chandler (Charles Halford), só aparece por tempo suficiente para ficarmos curiosos sobre eles. Já a mocinha Liv Aberdine (Lucy Griffiths), era tão pouco expressiva que foi cortada logo após o piloto, substituída pela sensitiva Zed Martin (Angélica Celaya).

Com três episódios já exibidos em terras brasucas, a série ainda não disse à que veio, ou aprofundou uma trama maior que o traducional caso demônio da semana. Adotando um estilo para lá de parecido com Sobrenatural. A série dos irmãos caçadores, coincidentemente (ou não), parece beber muito da mesma fonte que  Hellblazer, seja na personalidade sarcástica de Dean, no visual de Castiel, ou na contaminação por sangue de demônio de Sam. Coincidência, homenagem, ou plágio, isso é assunto para outro post.
Á Constantine, resta torcer para que a série consiga equilibrar as limitações técnicas, orçamentárias, políticas da TV aberta com o conteúdo mais adulto dos quadrinhos (porque não fizeram na HBO ou Netflix?). Agradar a fãs e não iniciados, e encontrar sua própria personalidade em meio a tantas séries com tema semelhante (Grimm, Sleepy Hollow, Supernatural). Enfrentar demônios provavelmente é sua tarefa mais fácil!

Constantine é exibida toda sexta-feira, às 22h30, pelo canal Space.

Leia mais sobre séries, e sobre produções relacionadas à DC Comics.

0 comentários:

 
Copyright © 2014 Ah! E por falar nisso... • All Rights Reserved.
Template Design by BTDesigner • Powered by Blogger
back to top