sexta-feira, 24 de outubro de 2014

Forever - Uma Vida Eterna

Em Resurrection pessoas de diferentes épocas e idades voltam à vida, em Under the Dome, o tal domo traz de volta quem achar necessário. Já em Forever a ressurreição miraculosa fica à cargo de apenas uma pessoa, o Dr. Henry Morgan (Ioan Gruffudd, o Sr. Fantástico de Quarteto Fantástico). E, é claro, à exemplo das outras séries, não há explicação para tal fenômeno.

Henry era médico em um navio negreiro quando morreu pela primeira vez, aos 35 anos, 200 anos atrás. Desde então, ele continua voltando, e vivenciando os maiores acontecimentos da história, enquanto estuda a morte. Atualmente é um médico forense da cidade de Nova York, que acidentalmente, já que evita pessoas, acaba virando parceiro da detetive Jo Martínez (Alana De La Garza - Law &Order).

Até onde sabe imortal, o protagonista coleciona características de uma alma velha, meio ranzinza, recluso, de hábitos estranhos, vocabulário antiquado, curioso e sem cautela (afinal ele não morre!). Além é claro de uma memória "de elefante", e uma capacidade de observação e percepção fora do comum. Se essas últimas qualidades já eram suas, fazem parte de seu dom/maldição ou foram adquiridos com o tempo há de se descobrir.


A trama divide seu tempo entre o tradicional "caso da semana" de séries policiais. E o mistério que envolve a condição de Morgan. Some aí também alguns demônios do passado, já que o protagonista perdeu muita gente nesses 235 anos de vida, e sua parceira viúva ainda não abandonou o luto.

Como todo herói precisa de escudeiro, Abe (Judd Hirsch) de 75 anos conhece Henry desde...sempre! E é o único que conhece seu segredo. Já no laboratório forense a ajuda vem do avoado assistente Lucas Wan (Joel David Moore, saído direto da plataforma forense de Bones - nasceu para interpretar o técnico forense? Ao menos ele já domina o linguajar técnico).

Um CSI, com o bônus de reiniciar a vida de seu investigador acumulando experiência e informação para solucionar os crimes. Particularmente lembrei de quando jogava Super Mario Bros. 3, e repetia a mesma fase diversas vezes até "pegar as manhas". Bem produzida, a série tem potencial para várias temporadas, a não ser por um inconveniente: Dr. Henry Morgan não envelhece, mas Ioan Gruffudd sim. Mas, antes de pensar como a série vai lidar com este problema, é preciso torcer que sobreviva à primeira temporada, em meio a tantas produções de tema semelhante.

Forever é exibida no Brasil pelo Warner Channel, com apenas algumas semanas de diferença da exibição "estadunidense". A série vai ao ar às terças-feiras às 22h30, azaradamente disputando audiência com The Walking Dead. Então, vale informar, à reprise é aos Sábados, na faixa do meio dia.


P.S.: Não Warner! Não precisávamos do subitítulo " Uma Vida Eterna", assim como não precisamos em Two Broke Girls - Duas Garotas em Apuros, e como "No Meio do Nada" não é a melhor tradução para The Middle. Só falta agora querer que a gente assista Big Bang - A Teoria. Quero ver tentarem traduzir Selfie. Mas, isso é assunto para outro post!

Leia mais sobre séries

0 comentários:

 
Copyright © 2014 Ah! E por falar nisso... • All Rights Reserved.
Template Design by BTDesigner • Powered by Blogger
back to top