segunda-feira, 18 de agosto de 2014

As Brancas de Neve da cultura pop

Dia destes estava revendo posts antigos e me deparei com o texto "Outras Brancas de Neve", que fiz para o blog parceiro DVD, Sofá e Pipoca. E qual não foi minha surpresa, quando reparei que o post estava super ultrapassado apenas alguns anos depois de sua publicação. Culpa da nova onda de contos de fadas que invadiram a cultura pop.

Logo, resolvi reciclar atualizar o post, e como por lá o tema Branca de Neve já passou, aqui é o local para isso. Começando pelo princípio:

No Cinema

Branca de Neve e os Sete Anões
O clássico da Disney de 1937 não foi a primeira adaptação do conto dos irmãos Grimm. Mas foi ela que afirmou os parâmetros mais populares da história conhecida hoje em dia. Principalmente, a redução da tentativa de assassinatos da bruxa de 3 para 1, e o "beijo do amor verdadeiro" que acorda a princesa*. Se você quiser saber tudo sobre esta versão não deixe de conferir o especial cheio de curiosidades no DVD, Sofá e Pipoca.

Branca de Neve
Lembram da Kristin Kreuk, a Lana Lang de Smallville? (atualmente na série Bela de Beauty & the Beast, essa gosta de um conto de fadas!) Ela já encarnou a princesa num telefilme de 2001, que tinha ainda Miranda Richardson como a madrasta invejosa e o gatíssimo Tyron Leitso como o príncipe. Clássico do Cinema em Casa, do SBT. O visual da atriz até que não mudou muito, né?

Ela e os caras
Se a Cinderela pode, porque a Branca de Neve não? Na versão século XXI da história, Amanda Bynes dá vida a Sidney White, uma caloura que vai morar em uma fraternidade com sete nerds, depois que a moça mais bela do campus a expulsa da fraternidade mais popular. Com direito a "Apple" envenenada e tudo (percebeu a letra maiúscula? Não se trata da fruta, mas do computador!). O filme é de 2007.


Deu a Louca na Branca de Neve
Sequencia da franquia Deu a Louca na Cinderela, a animação de 2009 tenta (eu disse tenta) contar uma versão escrachada da história nos moldes de Shrek. Entretanto não é das franquias mais primorosas.

Versão de 2012 com Júlia Roberts no papel de Rainha Má, Lily Colins como Branca de neve e Armie Hammer (os gêmeos que não inventaram o Facebook) como príncipe. Assumidamente voltado para a criançada e com um diretor indiano, o filme acerta no tom multicolorido e dá novas características para os ainda caricatos anões. Feito para atual geração de meninas, coloca uma espada nas mãos da princesa, enquanto o príncipe é volta e meia feito de bobo, ainda tem espaço para uma fera na floresta e um número musical. Com tanta agitação quase esqueceram da icônica maçã. Leia a resenha.

A outra versão de 2012 para o conto, com a (muito mais bela) Charlize Theron no papel de Rainha má, fica até difícil torcer pela princesa vivida por Kristen Stewart, vai ver por isso o destaque ao caçador Chris 'Thor' Hemsworth, que acaba roubando todos os louros do príncipe. Tentando transformar o longa em um épico medieval, o longa peca ao se levar a sério de mais. Transformando a mocinha em "a escolhida" e colocando a moça de armadura completa em campo aberto. Leia a resenha.

Na TV

Churi Churin Fun Flais
Precisa dizer mais? Clássico da infância de muita gente, a versão de Roberto Bolaños do conto de fadas é reprisada há 30 anos no SBT.



Os Anjinhos: Branca de Neve e a Galerinha Jóia dos Sete Minis
Lá em 2005, a série animada já tinha 2 garotinhas (uma boazinha e a mimada Angélica), 6 bebês e um cachorro. Então porque não? É claro, na versão Rugrats, nada de príncipe apenas lição de moral, afinal são bebês né!

Supernatural
No episódio Bedtime Stories, Sam e Dean encontraram a versão mais macabra da princesa. A guria aí da foto realmente foi envenenada pela madrasta. Em coma, virou uma espécie de assombração que tornava real os contos que o pai contava para ela, excluindo a parte do final feliz, claro. Apesar de dois galãs, não houve bitoca que acordasse a garota. O episódio é da 3ª temporada, exibida originalmente em 2007.

A série que mistura todos os contos de fada que você consegue imaginar, além de outras histórias de fantasia como Frankestein, Peter Pan e o Mágico de OZ, com o mundo real, tem como base a história da Branca de Neve. Aliais a moça de pele branca como a neve (Ginnifer Goodwin), e sua família, incluindo a madrastra má, continuam sendo os personagens que conduzem a história.

Momento fofoca: Ginnifer Goodwin se casou na vida real com Josh Dallas intérprete do príncipe encantado na série. A gravidez da personagem na terceira temporada foi adicionada ao roteiro para incorporar a gravidez real do primeiro filho do casal. 


Participações especiais - porque nem sempre a moça é a estrela

Shrek
Casados e vivendo no reino Shrek e Fiona precisaram se socializar no longa de 2007. E uma das amigas da princesa ogra é Branca de neve (Amy Poehler - diálogos, Megan Hilty- canções), assim como sua antepassada da Disney a moça continua ter uma ótima relação como animaizinhos silvestres.


Xuxa em O Mistério de Feiurinha
No longa de 2009 da Rainha dos Baixinhos, a moça é concunhada de Cinderela (Xuxa, claro!). Vivida por Daniele Valente, está lá para fazer volume junto com as outras princesas que casaram com príncipes encantados, todos os moços são irmãos e filhos de ninguém menos que Hebe Camargo.

Versão Annie Leibovitz
Este é o nome da fotógrafa que faz retratos de personagens de contos de fadas com celebridades nos papeis principais. Para sua Branca de Neve a moça escalou a oscarizada Rachei Weiz. Já a Bruxa ficou a cargo e Olívia 'Treze' Wild. Alec Baldwin é o espelho.



* Oriundo da tradição oral, antes de ser compilado pelos irmãos Grimm, a história de Branca de Neve possui diferentes versões. Muitas delas, com trechos tão sombrios e violentos.

Qual a sua Branca de Neve favorita? Esqueci alguém? Comente!
Leia mais sobre princesas aqui. Ou continue acompanhando curiosidades do Cinema e da TV.

0 comentários:

 
Copyright © 2014 Ah! E por falar nisso... • All Rights Reserved.
Template Design by BTDesigner • Powered by Blogger
back to top