terça-feira, 18 de março de 2014

Caçadores de Obras-Primas

Interessante e pouco conhecido foi o trabalho dos "The Monument Men", grupo formado pelos aliados em 1943, para proteger, encontrar e resgatar obras de arte roubadas pelos nazistas. Hitler era um artista frustado, e tinha planos de criar o maior museu do mundo, para isso "confiscou" e escondeu milhares de peças, durante dos territórios ocupados. Algumas das esculturas, pinturas, documentos e até móveis ainda hoje são considerados perdidos.

É este curioso e pouco explorado lado da história recente que Caçadores de Obras-Primas pretende apresentar ao público. Dirigido por George Clooney e estrelado por ele, e vários nomes famosos, o longa ainda promete fazer isso com a mesma atmosfera inteligente, surpreendente e mirabolante de 11 homens e um segredo.

Entretanto prometer não é cumprir, e após uma sequencia de "recrutamento", que lembra e muito o da equipe de Ocean's 11. O filme se empenha em pontuar detalhes, e acontecimentos (supostamente reais), sem grandes explicações (para criar um clima, talvez?). Tornando o roteiro um tanto quanto desconexo para o expectador, que além de não conhecer a história destes oficiais, também precisa lidar com um excesso de personagens e suas diferentes tarefas/trajetórias em curso Europa à fora.

O resultado é um expectador confuso por mais da metade da trama. Até que a equipe finalmente se reúna para a "caçada clímax" do longa. Esta sim melhor desenvolvida. Isto é, se o elenco de estrelas foi suficiente para manter o expectador até este ponto da história. Além de Clooney estão no elenco Matt Damon, Cate Blanchett, John Goodman, Bill Murray, Jean Dujardin, Hugh Bonneville e Bob Balaban.

Sobra ainda espaço para um questionamento existencial: em meio a tantas mortes, será que obras de arte são realmente tão importante? Mas o questionamento soa vazio, uma vez que a equipe escolhida para o trabalho, não tem habilidades bélicas, são curadores, artistas, museólogos. De qualquer forma, não ajudariam muito em uma guerra. Além disso, o expectador ou está confuso ou desatento demais para se preocupar, à altura em que estes questionamentos são lançados.

Caçadores de Obras-Primas desperdiça um bom elenco, e uma história real interessante com um roteiro mal elaborado e confuso. Tomara que ao menos sirva para lançar uma luz a esta parte desconhecida da história, e estimule autores, roteiristas, pesquisadores a mergulhar no tema, e quem sabe até encontrar ou produzir novas obras de arte!

Caçadores de Obras-Primas (The Monuments Men)
EUA / Alemanha - 2014 - 118 minutos
Guerra

0 comentários:

 
Copyright © 2014 Ah! E por falar nisso... • All Rights Reserved.
Template Design by BTDesigner • Powered by Blogger
back to top