terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

Oscar 2013

Antes tarde que nunca! E este ano prometo não reclamar da meia transmissão da Globo, da tradução quase simultânea da TNT, ou dos comentários sem noção de certo comentarista. Ops! Acho que já falei né!

Apesar da minha pontuação no Bolão este ano ter caído consideravelmente (fiquei em penúltimo, tsc tsc), não deu para desanimar, com os comentários do nosso Live Tweet no DVD, Sofá e Pipoca. E ainda ficou mais fácil apontar os fatos que chamaram mais atenção na cerimônia, afinal com mais observadores e a constante troca de opiniões, pouca coisa passa despercebido.

Sem mais delongas vamos às observações:

É oficial! A cópia de As Aventuras de Pi que assisti no Cinépolis, devia estar com algum problema. Ok, eu achei o filme lindo, mas nem em sonho daria efeitos visuais e fotografia com o Hobbit merecendo pelo menos o primeiro.

Quvenzhané Wallis (fofa), adentrou o tapete vermelho carregando orgulhosamente seu cachorrinho bolsa. Tão bom ver criança podendo "ser criança"!

Seth Macfarlane é mais engraçado quando fala através de seus personagens, mesmo assim a tentativa de mudar a cara do Oscar foi bem vinda. Apesar de algumas piadas não terem dado tão certo.

A melhor da noite (fora as feitas pelo vencedor Daniel Day-Lewis em seu discurso), foi a apresentação de Christopher Plummer, imitando uma cena de seu filme mais famosos. Triste é saber que muita gente não pescou a referência à A Novissa Rebelde, seja na platéia ou nas discussões online. Como assim meu povo?! mas dá para remediar clique aqui!

Sério que as atrizes ficaram ofendidas com a música "We saw your boobs"? Espero que as caras feias tenham sido só encenação, afinal moças vocês não toparam? Assumam com orgulho, ué!

Ah! E por falar nas moças mencionadas na música, Jennifer Lawrence foi a única que não se importou em ter seu nome na música, afinal é a única que ainda não expôs os boobs em cena. Não que eu ache que ela se importaria, a menina tem habilidade de levar as coisas na esportiva. Aquele tombo lindamente contornado com uma piada que o diga! Resta torcer para o sucesso não subir à cabeça da moça, e para ela não ser pega pela "maldição do Oscar".

Ainda no tema boops, Anne Hathaway desviando a atenção de seu prêmio para provar que mamilos, são muito polêmicos! Porque ela não usou o vestido da apresentação musical todo o tempo?

E por falar em apresentação musical. Muito estranho vermos tantas músicas durante a cerimônia, mas apenas 3 delas serem realmente concorrentes. Não que eu não tenha adorado (adoro musicais, fato). Mas as apresentações musicais, só perdem para as piadas em número de críticas a cada ano. Tanto que o formato em que elas são apresentadas tem mudado todos os anos. Será que agora acertaram? Pode ter música desde que elas não sejam concorrentes? Ao menos o pessoal online ainda está se derretendo pela apresentação do elenco de Os Miseráveis.


Que Jackman e Anne me perdoem mas de toda a cantoria quem fez mais bonito foi Samantha Barks (que interpreta Eponine). Sem stress a moça fazia isso na Broadway, tem prática!

Pessoas, parem de criticar a forma de Adele! A moça acabou de ter um bebê, nem todo mundo é feito Claudia Leite que emagrece miraculosamente "num zás-trás". Outros tem orgulho de ser Big, Blond (or Brunett, or Red) and Beautifull, como Queen Latifah, poderosa e roubando a cena toda de branco.

Sério que o tapete vermelho do "E!" tinha paparazi de unha? Haja futilidade hein!

Quase acreditei que Ted estava no palco. Muito bem feito o ursinho. Já os Vingadores estavam desfalcados, mas a moçada não queria que eles saíssem do palco. Já o Cap. Kirk (William Shatner) não impressionou muito. E depois da Sra. Obama dar o ar de sua graça e o nome do grande vencedor da noite, ninguém mais lembrou do comandante da Enterprise.

Mas a maior torcida mesmo foi para Harry Potter descobrir se "avada kedrava" funciona com vampiros. Será que estou confundindo atores com personagens? De qualquer forma não aconteceu no palco. Talvez ele tenha testado nos bastidores, afinal ninguém explicou porque a moça estava mancando naquele vestido dois números maior que ela.


No final das contas, não que é foi mais divertido que os anos anteriores?!
Leia Mais ››

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

Palpites do Oscar - 2013

Então. Eu sei que meus palpites nada ortodoxos, e o fato de eu não ter assistido a todos os títulos, tornam quase impossível que eu acerte todos, ou mesmo a maioria, dos palpites. Entretanto, aqui vou eu participar novamente do Bolão do Oscar do blog DVD, Sofá e Pipoca.

Melhor filme - Argo
Porque Spilberg já ganhou vários...

Melhor ator - Daniel Day-Lewis - Lincoln
Mas Joaquin Phoenix (O Mestre) também merecia

Melhor atriz - Emmanuellle Riva -Amor
O Oscar adora premiar quem, aparentemente, está em sua última indicação

Melhor ator coadjuvante - Tommy Lee Jones - Lincoln
Torcendo para o Christoph Waltz (Django Livre), mas ele ganhou faz pouco tempo.

Melhor atriz coadjuvante - Anne Hathaway - Os Miseráveis

Melhor diretor - Steven Spielberg - Lincoln
Já que Argo vai ganhar o prêmio principal, e seu diretor não está na lista

Melhor roteiro original - Quentin Tarantino - Django Livre
Torcendo muito!

Melhor roteiro adaptado - David Magee - As Aventuras de Pi

Melhor filme em lingua estrangeira - Amor (Áustria)
Barbada!

Melhor longa animado - Detona Ralph
Onde está A Origem dos Guardiões? Não ganhava de Ralph, mas era superior que alguns na lista.

Melhor trilha sonora original - Mychael Danna - As Aventuras de Pi

Melhor canção original - "Skyfall"- 007 - Operação Skyfall
Adele tá na moda!

Melhores efeitos visuais - O Hobbit: Uma Jornada Inesperada
Dispensa explicações, mas ia ser legal se Vingadores ganhasse algo, rs

Quando você reinventa técnicas de maquiagem para funcionam em IMAX, 48fps e 3D, com sucesso você merece prêmios!

Melhor fotografia - Lincoln

Melhor figurino - Espelho, Espelho Meu
Palpite louco do ano! 

Melhor direção de arte - O Hobbit: Uma Jornada Inesperada

Melhor documentário - 5 Broken Cameras
Grande chute do ano!

Melhor documentário de curta-metragem - Redemption
Talvez seja esse o grande chute do ano!

Melhor montagem - Argo

Melhor curta - Curfew
Outro provável grande chute do ano!

Melhor curta animado - Paperman
Meu favotito é Fresh Guacamole, e é adorável ver um personagem popular concorrer, Maggie Simpson in "The Longest Daycare". Assista todos os concorrentes.

Melhor edição de som - As Aventuras de Pi

Melhor mixagem de som - Os Miseráveis
Só por causa da nada original ideia (Mamma Mia fez isso), de colocar os atores cantando ao vivo, e também para ganharem alguma coisa.

O Oscar vai ao ar no próximo domingo, 24/02.
Boa sorte a todos os blogueiros palpiteiros!!!
Leia Mais ››

terça-feira, 19 de fevereiro de 2013

Curtas animados - Oscar 2013

Não tem jeito! Ano vai, ano vem e não conseguimos assistir aos filmes indicados ao Oscar antes da cerimônia de entrega do prêmio. Não que isso nos impeça de participar de bolões e grandes discussões com colegas cinéfilos. Mas seria ótimo ter a propriedade de opinar dizendo: esse é o melhor, eu vi todos!

Não. Este post não traz uma solução miraculosa para quem quer assistir todos os concorrentes (de todas as categorias - eu queria) até o próximo domingo. Entretanto, dá uma ajudinha a conhecer os 5 indicados a curta metragem de animação.

Fresh Guacamole - EUA


Head over Heels - Reino Unido


Paperman - EUA


Maggie Simpson: The Longest Daycare - EUA


Adam and Dog - EUA




Leia Mais ››

quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013

João e Maria - Caçadores de Bruxas

Era uma vez dois irmãos que, perdidos na floresta, encontraram uma casa feita de doces. Surpreendidos pela proprietária do delicioso imóvel, são aprisionados. Prestes a virar refeição da megera, eles conseguem escapar. A partir daí viveram eternamente buscando perigo, afinal contos de fadas estão na moda, e felizes para sempre não rende sequencias.

Primeiro representante do sub-gênero contos de fada revisitados a chegar aos cinemas em 2013, João e Maria - Caçadores de Bruxas,  transfona os pequenos irmãos em adultos caçadores de recompensa que libertam vilas de bruxas por todo o mundo. Até que em uma de suas caçadas a dupla esbarra em um grande e maléfico plano das feiticeiras do mal.

João/Hansel (Jeremy Renner) e Maria/Gretel (Gemma Arterton), enfrentam uma trama cheia de mistérios facilmente desvendados para aqueles que cresceram assistindo sessão da tarde nos anos 80 e 90. Tudo ornamentado com um estilo steampunk, e mais sangue que o normal que o esperado em blockbusters hollywoodianos, ao ponto de nos perguntarmos durante a sessão qual seria a classificação do filme. Mas, não o suficiente para dizer que há uma característica "Tarantinesca". Afinal, a censura é 14 anos.

Apesar do estilo "filme de terror de canal de TV infantil", a produção ainda guarda algumas boas surpresas em efeitos especiais e maquiagem, garantida pelo seu orçamento, bastante mais generoso que de produções televisivas. As bruxas comandadas por Famke Janssen, por exemplo, tem um visual divertidamente horripilante e realista.

Não é brilhante, nem surpreendente, nem bem executado (caso contrário, não mataríamos a charada na primeira meia hora), mas não chega a ser um disperdício de ingresso. O inesperado excesso de sangue diverte, e o 3D (bom, mas convertido) que atira coisas (algumas sangrentas) no expectador agrada quem gosta do estilo. Garantindo bilheteria alta, assim João e Maria (Hansel e Gretel, no original), poderão viver felizes até a sequencia.

João e Maria - Caçadores de Bruxas (Hansel & Gretel: Witch Hunters)
EUA , 2013 - 88 minutos
Ação
Leia Mais ››

sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013

5 anos falando nisso...

Sexta-feira, 08 de fevereiro - a data marca o início oficial dos festejos de carnaval certo? Errado!
Bom, na verdade é mesmo sexta feira de carnaval, mas também é o dia em que este blog completa 5 anos!!!

Nesses 1826 dias de vida, foram publicados 504 posts (contando com este), que receberam mais de 800 comentários. Além de 54.183 visitantes únicos (e tímidos, comenta pessoal!). Apenas em 2012 foram ao ar 88 textos, bem menos que no ano anterior, verdade. Fazer o que! Ainda não dá para viver de blog, e o mundo off-line tem o mal habito de roubar mais do meu tempo do que eu planejara.

Entretanto, apesar de todo ano eu fazer a contagem acima não é pelos números que o Ah! E por falar nisso... existe. Sim! O blog ainda tem o objetivo que tinha em 2008, quando foi criado. É um espaço para exercitar a escrita, e expressar o que eu bem entender.  Claro, compartilhar e discutir idéias com um monte de gente legal (outras nem tanto) que achamos online, é um adorável bônus. 

Se me dissessem em 2008, que eu não conseguiria mais viver sem este espaço, eu não acreditaria. Aliais, demorei muito para criar um blog meu, achava que ninguém se interessaria pelo que eu tenho a dizer, nesse mar de pessoas com coisas a dizer que é a internet. Mas descobri que não é exatamente isso que importa!

Então que venha a quinta temporada do Ah! E por falar nisso...! Seja muitos leitores, ou apenas amigos e internautas que chegam de para-quedas, prometo continuar brigando com a falta de tempo, e tentar escrever cada vez mais e melhor!

Apagando as velinhas....
Leia Mais ››

terça-feira, 5 de fevereiro de 2013

Uma Família em Apuros

Avós existem para estragar os netos. Provavelmente você ja ouviu essa alegação alguma vez na vida. Aparentemente Billy Crystal não apenas quer provar verdadeira a alegação, mas também quer mostrar que isso pode ser uma coisa boa. (Como neta, sempre soube que era coisa boa, como mãe...bom... me perguntem daqui a alguns anos)

Artie (Billy Crystal) e Diane Decker (Bette Midler) são a última, embora única opção quando sua filha e genro precisam sair a trabalho por alguns dias. Eles terão que cuidar dos netos que mal conhecem, Baker incontrolável e com amigos imaginários, Turner gago e com problemas de auto-estima, e Harper (a talentosa Bailee Madison) prefeccionista que não sabe se divertir. Tudo isso em uma casa inteligente, controlada por computador.

Se você achou, o enredo repetitivo e previsível, você acertou! É claro que eles vão esbarrar, no conflito de gerações, na falta de confiança da filha, de intimidade com os netos, e principalmente nas novas técnicas de educação infantil, que vão de encontro com tudo que a vida lhes ensinou. É neste último aspecto que pode se tirar algo de produtivo desta comédia.

Acidentalmente, ou não o filme faz uma crítica ao "politicamente correto", e o excesso de "planos futuros" que cercam as crianças dos dias de hoje. Brincando com as regras (da sociedade e/ou dos pais) que impedem que a pirralhada chute durante uma tarde inteira uma lata no quintal, porque esta não fora aprovada pelo INMETRO  Ou que os desenhos animados excluam conteúdos "inapropriados" como a assustadora cena de Branca de Neve perdida na floresta, do clássico Disney (segundo especialistas traumatizando gerações desde 1937).

Atitudes acertadas para uns, exagero de super-proteção para outros. Mas aí os liberais, acharem que tudo bem passar Jogos Mortais para os pequenos, como Artie faz, ou suborna-los com dinheiro e doces, também é passar dos limites. Sim eis aí uma boa discussão: qual o limite? Estamos super-protegendo, sobre-carregando ou privando as crianças de boas experiencias vivenciadas pelas gerações anteriores?


Faz pensar! Mas não se anime muito, não sai nenhuma grande descoberta sobre como criar os filhos daí. Após "altas confusões" avós, pais e netos vão solucionar tudo. 

Ainda é uma comédia previsível e bobinha, com cara de reprise da sessão da tarde. Mas, pensando bem que mal tem? Curtir com as crianças duas horas sem nos engajar em nada, não é de todo ruim. Afinal, 'de vez em sempre", todos merecem uma folga desse mundo de dietas, técnicas de educar, excesso de tecnologia, e necessidade de ser bem sucedido mesmo quando se tem apenas 12 anos. É quase como ter os avós que te estragam de volta!

Uma Família em Apuros (Parental Guidance)
EUA - 2012 -104min
Comédia
Leia Mais ››
 
Copyright © 2014 Ah! E por falar nisso... • All Rights Reserved.
Template Design by BTDesigner • Powered by Blogger
back to top