segunda-feira, 14 de janeiro de 2013

As Aventuras de Pi

Piscine Molitor Patel, tem o nome de uma piscina pública de francesa. Decorou, ainda criança, todos os números da constante matemática π, apenas para ganhar o apelido de "Pi". E cresceu em um zoológico na Índia. Mas essas não são nem de longe a coisa mais interessante que aconteceu em sua vida.

Pi (o estreante bem orientado Suraj Sharma) ainda está tentando entender seu lugar no mundo quando seu pai decide que, a família deve se mudar para o Canadá. Durante a viagem o navio naufraga deixando Pi, em um pequeno bote, na companhia de uma zebra, um orangotando, uma hiena, e Richard Parker, um tigre de bengala.

É a relação entre o adolescente e o felino que move o filme. Partindo do medo, passando pelo respeito, chegando a um tipo de companheirismo. Digo um tipo, afinal Richard Parker ainda é uma fera carnívora. A jornada é imprevisível assim como seu final, abordando temas como força de vontade, a ausência dela e a busca espiritual. Uma mente aberta Pi busca desde cedo, uma resposta, descobre possibilidades em várias religiões e abraça todas. Sem preconceitos, amarras ou regras, na minha humilde opinião, como devia ser.

Richard Parker também é como deveria, real. Feito em sua maior parte em CGI, pela mesma equipe que deu vida ao Aslan de As Crônicas de Nárnia, é impossível afirmar quando estamos vendo um tigre real, ou gerado por computador. O que inclui cenas onde o animal está molhado, com alterações de peso e pelagem.

O mesmo não pode se dizer do cenário. Gravado em grande parte em estúdio, traz sim um visual estonteante, mas sempre fica a sensação de "é fundo verde né?". Pode ser uma particularidade da cópia ou do cinema onde assisti, em 2D. Mas não deixa de ser preocupante, será que o 3D teve prejuízo com o excesso de artificialidade?

Seja do filme em si, ou da cópia a que assisti, a falha não atrapalha nem um pouco o aproveitamento do filme. Baseado no livro A Vida de Pi (The Life of Pi), de Yann Martel, traz vislumbres de vários questionamentos e pontos de vista sobre a condição humana. Questões que, creio eu devem ser melhor exploradas na obra literária.

A única grande dúvida que fica é: porque a diferença do título? Aventuras de Pi, soa muito mais sessão da tarde do que deveria. Pena que Piscine não pode dar um jeitinho de mudar esse nome também.

As Aventuras de Pi (The Life of Pi)
EUA - 2012 - 127 min.
Aventura / Drama

2 comentários:

Nani disse...

Eu tô louquinha para ver o filme! Só um comentário quanto à adaptação do título para português, você não é a única que que se decepciona com essas adaptações brasileirescas.

Fabiane Bastos disse...

Triste é que o problema não é de hoje (Novissa Rebelde = The Soud of Music?), e não vai parar tão cedo (Cloud Atlas = A Viagem).

Obrigada pela visita Nani, e volte sempre!

 
Copyright © 2014 Ah! E por falar nisso... • All Rights Reserved.
Template Design by BTDesigner • Powered by Blogger
back to top