segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

The Walking Dead - 3ª temporada (parte 1)

Meia temporada de uma série merece balanço? Merece se logo na primeira semana de pausa o expectador fica angustiado porque a pausa vai ser longa. A segunda parte da terceira temporada de The Walking Dead, só retorna em Fevereiro de 2013.


Depois de sobreviver, aos caóticos primeiros dias do apocalipse zumbi, ver a esperança de "cura" explodir junto com o Centro de Controles de Doenças, encontrar e perder a fazenda, seu primeiro porto seguro, e enfrentar o inferno na estrada, reencontramos Rick e seu grupo. Com meses de convivência, estão bem organizados, ao ponto de limpar uma parte de um presídio encontrando finalmente um porto seguro.

Ao menos é isso que acreditaram. Mas encarar os zumbis foi moleza, se comparado aos vivos. Sem dar muitos detalhes para evitar os spoilers, os conflitos, e ataques de mortos vivos mantiveram a série em um ritmo alucinado. As poucas pausas serviam ao desenvolvimento da história. E as consequências de tudo por que tem passado começam a se expressar física e emocionalmente em Rick, Carl e cia.

E por falar na história, com os quadrinhos como base, mas não como regra, a série traz seu ritmo próprio e algumas histórias inéditas. Sobre as partes semelhantes aos quadrinhos, alguns fãs exigentes vão afirmar: é mais leve! É claro, é a TV, infelizmente as vezes não se pode ir tão longe, embora eles forcem ao limite. E felizmente os roteiristas entendem que algumas coisas que funcionam nas páginas, podem não funcionar nas telas. 

O resultado das alterações é um roteiro eficiente e que não perde tempo. Mantendo a adrenalina alta, chocando quem só acompanha a TV e surpreendendo quem conhece o material literário (os leitores até sabem o que vai acontecer, mas não quando, nem quem que circunstâncias).

Entre as novidades, a descoberta da cidade de Woodburry e seu mais ilustre morador. O governador, eleito o melhor vilão dos quadrinhos, ganhou uma versão mais leve. Embora não menos eficiente, e com o bônus da ambiguidade: será que esse sósia do Liam Neeson um dia vai alcançar a maldade do original. Isso eu deixo você descobrir por conta própria.

O elenco ainda traz de volta antigos personagens, e apresenta novos, como, Michone. A moça é o típico lobo solitário que enfrenta zumbis com uma katana.

A maquiagem de mortos-vivos, continuam sendo o ponto forte. Que é reforçado pelas 1001 formas de detonar zumbis, e eventualmente alguns humanos. Cada vez mais gore, prepare seu estômago para muito sangue. Se você é daqueles que assiste TV comendo petiscos, pode não ser uma boa ideia fazer isso com The Walking Dead

Os episódios foram exibidos na TV paga brasileira com apenas 2 dias de diferença da transmissão nos EUA. Ainda assim, havia quem não aguentasse esperar pela estréia dos episódios às terças-feiras na Fox. Até agora a temporada apresentou 8 excelentes episódios. Outros 8 chegam na segunda metade, exibida em fevereiro de 2013. 

Está ansioso pela segunda metade? Ou com medo da série não terminar tão bem quanto começou? Seja qual for o caso, o jeito é esperar. E aproveitar para deixar as unhas crescer, afinal vai precisar acalmar os nervos, sejam os próximos episódios ótimos ou frustantemente ruins.

Não esqueça: corte a cabeça ou destrua o cérebro

0 comentários:

 
Copyright © 2014 Ah! E por falar nisso... • All Rights Reserved.
Template Design by BTDesigner • Powered by Blogger
back to top