quarta-feira, 18 de abril de 2012

12 Horas

Primeira incursão do brasileiro Heitor Dhalia no cinema hollywoodiano, 12 horas, é um filme sob encomenda. Controlado pelos produtores, o longa é o oposto das obras nacionais cheias de personalidade do diretor de Nina e O Cheiro do Ralo.

Jill (Amanda Seyfried) foi a única vítima a escapar de uma maníaco assassino. Traumatizada, ela faz artes marciais e percorre a floresta local em busca do buraco onde fora mantida cativa. Quando sua irmã desaparece, ela tem certeza de que fora trabalho do mesmo assassino. Mas como a polícia não acredita nem no primeiro sequestro, Jill resolve buscar o assassino por conta própria.

Assim acompanhamos, a garota em sua investigação pela cidade, ao mesmo tempo que precisa fugir da polícia. É você já viu esse filme (tem até o cliché do gato que pula em direção a tela). O roteiro não é original, nem surpreendente, mas é bem executado.

Portand é fria, chuvosa e cinzenta. Seus moradores são antipáticos e suspeitos. Nenhum deles vê problemas em alugar seus carros a pessoas que acabaram de conhecer. É ou não é uma atitude estranha? Logo, a moça em que ninguém acredita, que ficou internada e toma remédios controlados, parece a mais sã do local.

Ao mesmo tempo, sua caçada perigosa (sim, a moça é do tipo "vou correr em direção ao assassino"), e os caminhos estranhos que a investigação toma, mantém a dúvida: exite um assassino ou está tudo na cabeça de Jill?

Cheio de coadjuvantes que só estão lá para aumentar o número de possíveis suspeitos, no elenco apenas Seyfried se destaca. Carismática, não demora muito para começarmos a torcer, ou ao menos se interessar pelo destino da mocinha. Embora, talvez já esteja na hora da moça tirar umas férias. Ela é talentosa, mas emendando um trabalho no outro, vai acabar deixando de ser um rosto familiar no cinema, para se tornar um "de novo essa garota!".

12 Horas, não vai mudar a história do cinema, mas não é um filme ruim. Aliais, é até respeitoso o trabalho de  Dalia, considerando o super-controle dos produtores sobre o longa. Além de ser uma novidade em currículo, antes dominados por filmes "autorais".

12 Horas (Gone)
EUA - 2012 - 94 minutos
Suspense


0 comentários:

 
Copyright © 2014 Ah! E por falar nisso... • All Rights Reserved.
Template Design by BTDesigner • Powered by Blogger
back to top