segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

A Hora da Escuridão

No rodapé deste post você encontrará os gêneros em que se encaixa A Hora da Escuridão segundo seus produtores, horror e ação. Entretanto, nos próximos parágrafos, encontrará os argumentos que me fizeram duvidar da coerência dessa classificação.

Acompanhamos um grupo de jovens, que tenta sobreviver ao "apocalipse alien", em Moscou.  Entretanto após o ataque inicial, os jovens se refugiam. Presos com eles perdemos tudo o que acontece durante o grande ataque, a correria nas ruas, o medo, acidentes de avião, etc. E a cateterística ação, é logo perdida para uma brincadeira de correr e se esconder.

É apenas quando os corajosos americanos decidem que é seguro sair, que vamos descobrir nosso inimigo: o mormaço! Sim, os vilões invisíveis mais parecem aquela ondulação que vemos sob o soul quando está muito calor. Eles também são elétricos, causando um blackout quando chegam, mas ligando tudo por onde passam. Logo, nossos heróis temem as luzes (seria uma metáfora invertida?) Assustador assim nem os Cullen e o Vento de Fim dos Tempos juntos. Horror é?

No elenco temos Emile Hirsch (o Speed Racer), e vários desconhecidos. Enquanto Hirsch se dá ao luxo de interpretar um péssimo protagonista. O resto do elenco não consegue nem ao menos nos convencer de que devemos torcer por eles. É maldade, mas admito torci para os aliens em alguns dos poucos embates que o filme apresenta.

O roteiro fraco e sem carisma naufraga de vez (com o perdão do trocadilho), após um acidente de barco. Como um sobrevivente de um naufrágio vai parar quatro quadras além da margem do rio, mesmo sabendo que havia socorro em um barco a poucos metros? E pior nenhum dos companheiros ou tripulantes do barco vê a pessoa se afastar até que seja tarde demais?

Mais intrigante que isso só mesmo descobrir que a produção é Russa, já que o filme faz chacota com Moscou logo na primeira cena. E reforça a imagem negativa em vários momentos, talvez por isso todos os russos em cena falem inglês fluente. Vão fugir de lá assim que possível.

Não. Ainda não sei em que gênero colocar A Hora da Escuridão. Apenas sei que não se trata de ação, nem terror. Se a produção se levasse menos à sério talvez encaixasse em comédia como "parodia de ficção cientifica apocalíptica".  Resta torcer para que nunca se encaixe em franquia!

A Hora da Escuridão (The Darkest Hour)
EUA - Rússia , 2011 - 89 minutos
Ação - Horror

0 comentários:

 
Copyright © 2014 Ah! E por falar nisso... • All Rights Reserved.
Template Design by BTDesigner • Powered by Blogger
back to top