quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

Compramos um Zoológico

Compramos um Zoológico é um filme mal vendido. Em grande parte pelo poster nacional cheio de animais e pessoas sorridentes, que mais lembra uma comédia estilo Zelador Animal, e deixava as crianças no saguão do cinema loucas pelo filme. Não estou dizendo que o filme não seja para crianças (é daqueles, para toda a família), mas que pelo cartaz é difícil acreditar que fora baseado em fatos reais. Então, quando esse detalhe é descoberto logo ficamos curiosos por saber do que se trata.

Baseado no livro de memórias homônimo de Benjamin Mee, conta a complicada fase da vida do jornalista posterior à morte de sua esposa. Quando tentando fazer o melhor para os filhos, Benjamin (interpretado por Matt Damon) compra uma residência que vem com um zoológico de brinde! Junto com a pequena, muito fofa e aparentemente mais sensata da família, Rosie (Maggie Elizabeth Jones), e o adolescente rebelde Dylan (Colin Ford), encaram a tarefa de resturar e abrir o lugar. Também contam com a ajuda dos poucos funcionários que ficaram apenas por amor aos animais, estes incluem Kelly Foster (Scarlett Johansson) e sua sobrinha Lily (Elle Fanning).

O filme já vale o ingresso por mostrar Matt Damon em um papel no qual não está sendo perseguido, roubando, buscando ou explodindo coisas. Assim como lembrar a Scarlett Johansson que ela pode fazer personagens que não seja femme fatale todo o tempo.

Assim temos um dedicado, embora perdido, pai tentando salvar sua família. Uma amante dos animais é tão (ou mais) bonita por dentro que por fora. Criança fofa, nomes famosos e animais. Mesmo que o roteiro fosse uma bagunça o filme já ganharia em carisma. Mas é claro que por segurança, o roteiro segue a fórmula dos "filmes felizes para toda a família", e por isso funciona bem. A trama não é nenhum mistério, o expectador sabe que tudo vai dar certo no final, por isso não se importa em mergulhar de cabeça na torcida pelas personagens.

Entre os momentos de alívio, os que se destacam são os da tentativa de relacionamento entre Lily e Dylan. Pela insistência da garota e a falta de noção do garoto sobre o que está acontecendo. Impossível não gritar para a tela - "aproveita moleque, que moleza dessas você não consegue nunca mais!". Fanning, crescendo mais carismática que a irmã, entrega uma menina caipira meio bobinha e extremamente adorável!

Uma pena, o cartaz equivocado. Pois pela sinopse, trailer e provavelmente livro, Compramos um Zoológico entrega o que promete. Não pretende mudar o mundo, ser super original ou ganhar prêmios, quer apenas prover duas horas de entretenimento, que faça os expectadores saírem felizes da sala escura.

Compramos um Zoológico (We Bought a Zoo)
Estados Unidos - 2011 - 124 minutos
Comédia / Drama


2 comentários:

Giselle de Almeida disse...

Engraçado, não senti a menor vontade de ver esse filme. Talvez eu dê uma segunda chance ;)

Fabiane Bastos disse...

Eu culpo o cartaz!
Mó cara de filme de bicho falante...

 
Copyright © 2014 Ah! E por falar nisso... • All Rights Reserved.
Template Design by BTDesigner • Powered by Blogger
back to top