quarta-feira, 21 de setembro de 2011

Cowboys & Aliens

A ideia é tão boa, que é impossível não imaginar como ninguém a teve antes: e se os aliens tivessem aportado por aqui muito antes de começarmos a fazer filmes sobre isso (que normalmente são ambientados no século XX e XX!)? Como os homens destemidos e solitários do velho oeste estadunidense encarariam a "visita"? Scott Mitchell Rosenberg, foi quem teve primeiro a idéia de unir dois gêneros tão distintos, em sua grafic novel homônima. Que, embora tenha recebido severas críticas, inspirou a produção hollywoodiana de Cowboys & Aliens.

Um homem sem memória (Daniel Craig), acorda em meio ao deserto com um estranho bracelete e a foto de uma mulher. Após um breve encontro com pistoleiros mal encarados, ele consegue chegar a cidadezinha de Absolution, onde logo se envolve em problemas com o filho do "Coronel" Woodrow Dollarhyde (Harrison Ford), que domina a região. E desperta o interesse da estranha Ella (Olívia Wilde, a Treze de House). Mas o curso da história muda quando a cidadezinha é atacada e os homens restantes resolvem se unir contra a ameaça vinda dos céus.

O argumento é promissor, o início com um faroeste tradicional também, mas a chegada dos aliens complica a narrativa. Embora seja divertido observar, os cowboys se referirem aos extraterrestres como demônios, é difícil entender como aceitaram tão bem a ideia de que existe vida em outro planeta. Na verdade nem temos certeza se eles entenderam exatamente o conceito de alienígenas. 

Já nossos visitantes de outros planetas parecem indestrutíveis. Contraste ótimo com as armas antigas e o despreparo terráqueo quando a sua existência. Entretanto, as informações sobre esses seres são confusas, e mesmo sua fraqueza mencionada, é esquecida na hora da batalha.

A tentativa de surpreender a audiência é válida, mas resolvida as pressas, com a inclusão de novos personagens com soluções mágicas (literalmente) para os problemas. O vai e vem de personagens, aliais, dura todo o longa e pode até confundir quem se distraiu com a pipoca, já que o tempo para decorar tantos nomes é pouco.

A trilha sonora genérica conseguiu gerar um efeito interessante. Ao ouvir a música recordávamos da trilha de outros filmes, que não são necessariamente, westerns ou ficções cientificas. 

Fica com o elenco esforçado e talentoso, os efeitos especiais, e com a criativa direção de arte as melhores partes do filme. Enquanto o visual mistura de forma harmoniosa, a tecnologia alien e a precariedade do velho oeste. Os atores tentam tirar o melhor de seus inconstantes personagens. E os efeitos especiais abduzem os cowboys no melhor estilo "caçada" de bang-bang: aos laços!

Se comparado à gráfic novel, é uma obra prima. Mas, por si só Cowboys & Aliens é um filme legal (se conseguir esquecer a sensação que um argumento tão bom poderia gerar, inúmeras possibilidades, desperdiçadas) Não é memorável, mas a diversão é garantida!

Cowboys & Aliens
EUA -, 2011 - 118 min.
Faroeste / Ficção científica



0 comentários:

 
Copyright © 2014 Ah! E por falar nisso... • All Rights Reserved.
Template Design by BTDesigner • Powered by Blogger
back to top