segunda-feira, 23 de maio de 2011

Piratas do Caribe 4:
Navegando em Águas Misteriosas

Quatro anos após confundirmuita gente com o roteiro superlotado e confuso do Fim do Mundo, Jack Sparrow (Johny Depp) e companhia colocaram suas naus novamente nos sete mares, para uma nova aventura.Começando algum tempo após o fim do terceiro longa, Jack ainda está "sismado", com a fonte da juvetunde, mas ele não é o único.

Após elaborar uma complicada e totalmente improvisada sequencia inicial de fuga da guarda britânica, só para nos lembrar de que personagens estamos falando, Jack precisa descobrir quem está se passando por ele na tentativa de conseguir marujos. Ainda sem o Pérola Negra, sua esperança é se apossar do navio e tripulação, que seu falso eu, recrutou para chegar a fonte da juventude. Em seu caminho e buscando o mesmo objeitvos, está o rei da Espanha, seu "arqui-comparsa-inimigo", Barbosa (Geoffrey Rush) e Angélica (PenélopeCuz). Moça com que Sparrow tem um "passado", e que também é filha de Barba Negra (Ian McShane), o mais temido pirada dos sete mares.

A partir daí, começa a correria pelo prêmio, e pelas peças necessárias para encontra-lo. Nesse meio tempo, descobrimos o tal passado de Jack e Angêlica (como se não fosse fácil descobrir!), e as verdadeiras intenções de cada personagens, é claro que todos tem mais de uma! Ainda temos, piratas zumbizados (esse negócio de pirata que não morre ja cansou hein!) e sereias carnívoras.

Se achou que Sparrow irira carregar o filme nas costas, acertou! O que não é problema uma vez que o personagens é um dos poucos, que pode se dar ao luxo de não evoluir e ainda sim ser inusitado. Mesmo assim o pirata, parece mais lógico, talvez mais sóbrio, que nas aventuras anteriores. Logo mais previsível, mas ainda divertido.A pouca ousadia, pode ser explicada pela falta de rum, ou pelo medo de errar novamente, depois que o terceiro episódio da franquia foi criticado por sua complexidade.

Dessa vez não há grandes amores para serem salvos, nem mistériosas tramas incobertas somadas a maldições sombrias. Existe sim um romance, epsódico e ocupa pouco tempo em tela e se resolve facilmente. Já o sobrenatural, se resume a fonte e os artefatos e criaturas que se encontra durante a procura. 

Com poucos remanescente do elenco original, Depp e Rush, estão mais que confortáveis com seus personages. E claramente se divertindo os interpretes de Jack e Barbosa, preparam o ambiente para os recém-cehgados não fazerem feio. Cruz, amiga de Depp, a tempos consegue uma boa química, com sua pirata latina passional e esperta. Ian McShane, traz tanta autoridade e imponência ao Barba Negra, que faria Dave Jones se esconder em seu baú. 

Falando nisso, será que a todo novo longa seremos apresentados ao pior pirata dos sete mares? Melhor fazer logo uma competição para descobrir logo o mais terrível.

Piratas 4, apostou na segurança, com uma história simples de pirata: caça ao tesouro. E entrega uma aventura divertida que deve agradar ao fãs, que mais do que diversão queriam curtir o carisma de Sparrow e cia.

P.s.: Não saia da sala até o fim dos créditos.


Piratas do Caribe 4: Navegando em Águas Misteriosas (Pirates of the Caribbean: On Stranger Tides)
EUA - 2011 - 137 min.
Ação / Aventura / Fantasia

2 comentários:

Anônimo disse...

Nossa...adorei o seu blog, já li quase todos os posts, mas não posso deixar de comentar sobre o meu idolatrado, salve-salve, pirata preferido. Adoro Piratas do Caribe, já fui no cinema para ver o novo filme e não perco nada do meu Jack! Agora estou acompanhando na HBO os antigos filmes de Piratas do Caribe, na expectativa de estreia do novo filme nas telinhas!!! Abraços e continue fazendo um blog tão legal!!!

Anônimo disse...

Este filme esta na lista dos Melhores Filmes da minha vida!!!

 
Copyright © 2014 Ah! E por falar nisso... • All Rights Reserved.
Template Design by BTDesigner • Powered by Blogger
back to top