quinta-feira, 28 de outubro de 2010

Get Your 90's On

Nos ultimos dois meses publiquei aqui no blog 12 posts seguidos sobre livros, mesmo para quem adora ler, pode ser um pouco cansativo. Então essa semana resolvi pegar mais leve. Depois do post de um filme que dispensa grande atividade cerebral para entender, Os Vampiros que se Mordam, resolvi ficar mais nostálgica e postar aqui um dos vídeos que coleciono nos "favoritos" do YouTube.

Get Your 90's On faz uma brincadeira com as lembranças de quem foi criança nos anos de 1990. Objetos da época (alguns voltaram a moda, hein!) e animação stop-motion embalados por uma paródia da música Sexy Back, de Justin Timberlake.

Leia Mais ››

segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Os Vampiros que se Mordam

A melhor coisa de Os Vampiros que se Mordam é assistir adolescentes indignadas na poltrona ao lado a cada piada com a saga de Stephenie Meyer. O que ocorre durante todo o filme, já que este besteirol se baseia quase inteiramente na saga Crepúsculo.

A cópia é tamanha que chega a dispensar descrições, mas em todo o caso: Becca (Jenn Proske), chega a nublada cidade de Sporks e logo se interessa por Edward Sullen (Matt Lanter), um rapaz deslocado, misterioso, meio pálido...

Ainda tem espaço para o indio-canino Jacob (Christopher N. Riggi), e os outros personagens abordados da forma mais óbvia e caricarta possível. Lady Gaga, Buffy, a caça-vampiros e Alice (aquela do País das Maravilhas) até dão as caras, mas sua participação é tão pequena que nem dá tempo de esboçarmos um sorriso.

Ícones pops, antigos e atuais a parte, a sátira desperdiça a chance de "zoar" com a síndrome vampiresca pela qual estamos passando. Ela se concentra apenas na saga cinematográfica adolescente. Deixando de lado outros produtos com sugadores de sangue que consumimos atualmente, como Vampire Diaries e True Blod e mesmo os clássicos, aqueles que estão no imaginário coletivo como Conde Drácula.

As brincadeiras com Crepúsculo surpreendem apenas as fãs que, aparentemente, fingem não conhecer as piadas que todos já fazem sobre a saga, e no longa são repetidas a exaustão. Salva-se apenas a perfeita imitação de Bela feita por Jenn Prosk. Irritantemente idêntica!

Piadas previsíveis a ponto de espectadores citarem a frase seguinte antes dos personagens (é, eu fiz isso e em voz alta!). O mal gosto de sempre encontrado nesse tipo de besteirol. E uma pobreza na escolha de referências para as piadas criam a formula perfeita para atrair adolescentes em busca de diversão boba e instantânea. E castigar aqueles que não compraram ingresso antecipado para Tropa de Elite e ficaram sem opção.

Os Vampiros que se Mordam (Vampires Suck)
EUA - 2010 - 86 min.
Comédia
Leia Mais ››

sexta-feira, 22 de outubro de 2010

Recapitulando: 10 livros em 10 dias

Dez posts depois de aceitar o desafio de comentar 10 livros figuraram em minha cabeceira descobri algumas coisinhas sobre meus hábitos de leitura:

  1. Fantasia, aventura e história então entre meus assuntos favoritos. Talvez eu precise variar mais. 
  2. Tenho dificuldade em escolher apenas um título, seja qual for o critério.
  3. Leio muitos títulos que foram, (ou serão) adaptados para o cinema. Em minha defesa, livros são caros, se gostamos do filme provavelmente gostaremos do livro e não estaremos jogando dinheiro fora. Mas isso é assunto para outro post. 

Por hora, mantenho o desafio para para todos os leitores do Ah! E por falar nisso... em geral, e para os blogs, Comentar é preciso, Transparecendo, Mundinho pop-nonsense e Quiet things that no one ever knows, em particular. Mandem ver!

Confiram os posts anteriores do desafio 10 livros em 10 dias

Leia Mais ››

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

10 livros em 10 dias
10º Dia - O livro mais antigo que eu li

Por ultimo, mas não menos importante. O livro mais velho que eu li, na verdade contém três histórias. A encadernação é parte de uma coleção de clássicos, daquelas de banca de jornal, lançada pela editora Abril décadas atrás. Mas não é pela idade do livro físico que este é o livro mais antigo que li. O volume, de capa dura, e tamanho de bolso, contém três histórias escritas aproximadamente entre 525-406 a.C.

São na vedade peças, devidamente acompanhadas por um pouco da vida e obra de cada autor. Li a muito tempo e provavelmente está na hora de lê-los novamente.

  • Prometeu Acorrentado
  • Ésquilo (tradução de Alberto Guzik), Abril Cultural

Zeus, rei dos deuses e dos homens, acabara de assumir o poder após a titanomaquia. Soberano despótico, manda acorrentar em um rochedo Prometeu, seu antigo aliado, culpado de muitos "crimes" a favor dos mortais: roubar o fogo dos deuses para dá-lo aos homens é apenas o mais grave dentre eles.
Prometeu é, porém, guardião de um importante segredo que ameaça o reinado de Zeus. Diante de sua recusa em revelá-lo, é condenado a um castigo ainda mais severo.

  • Édipo Rei
  • Sófocles (tradução de Geir Campos), Abril Cultural
Atormentado pela profecia de Delfos, de que iria matar o pai e desposar a mãe, Édipo tenta – inutilmente – fugir de seu destino...

  • Medéia
  • Eurípides (tradução de Miroel Silveira e Junia Silveira Gonçalves), Abril Cultural
Medéia, princesa da distante Cólquida, descendente do Sol, apaixonada por Jasão, traiu sua família e abandonou a terra natal, auxiliando seu amado e a expedição dos argonautas a conquistarem o velocino de ouro. Quando, anos mais tarde, depois de terem constituído família e se instalado na Grécia, Jasão anuncia que pretende desposar uma princesa local para aumentar seu prestígio e influência, Medéia vai às raias da loucura - para vingar o ultraje que Jasão pretende lhe impingir, Medéia, utilizando-se de astúcia e conhecimentos mágicos, arquiteta o assassinato da noiva e de seus próprios filhos!

Leia os outros títulos do desafio 10 livros em 10 dias.
Leia Mais ››

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

O Código Tarantino

Quentin Tarantino faz ótimos filmes!
Isso não é nenhuma novidade, ainda mais se você é cinéfilo de carteirinha. Eis agora o que você não sabia!

Existe um segredo sobre os filmes de Tarantino: todos os longas são na verdade uma única história. Não acredita? Confira a explicação detalhada neste curta, onde Selton Mello explica a Seu Jorge a inusitada, e assustadoramente lógica, teoria.


Mais sobre filmes de Tarantino em DVD, Sofá e Pipoca!
Leia Mais ››

quinta-feira, 14 de outubro de 2010

10 livros em 10 dias
9º Dia - Série de livros que mais gosto

Admito, seria muita hipocrisia minha não colocar Harry Potter nesse post. Primeiro porque antes de começar a ler as aventuras do bruxo, lá pelos meus 16 anos, raramente você me encontraria com um tijolo literário nas mãos. E segundo porque sim, eu li tudinho, inclusive os livros extras. E esperava ansiosa o lançamento de cada volume, ao ponto de mal poder esperar pela versão em português.

Enquanto nenhuma outra causar tamanha ansiedade, eis minha literária favorita!
  • Harry Potter
  • J. K. Rownling, Rocco
A série tem sete livros principais e mais três volumes saidos de dentro da trama. É campeã de bilheterias nas telonas e normalmente dispensa apresentações. Entretanto se você esteve em Azkaban na última década e nunca ouviu falar, de Harry, Ron e Herminone. Atualize-se com estas sinopses.

Harry Potter e a Pedra Filosofal: Prepare-se para entrar no mundo da magia, sonhar com os feitiços que só se aprendem em Hogwarts e detestar uma família adotiva.

Harry Potter e a Câmara Secreta: Desta vez, perigos rondam o Colégio Hogwarts de Magia e Feitiçaria. Harry e seu amigo Ron terão que enfrentar tenebrosos monstros e, o que é pior, a encarnação nada amigável de seu inimigo número um: Lorde Voldemort.

Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban: Um assassino fugiu da prisão dos bruxos e o colégio está cheio de guardas para proteger os alunos. Será que estarão mesmo bem protegidos?

Harry Potter e o o Cálice de Fogo: Verão, Harry Potter, sente sua cicatriz arder durante um sonho bastante real com Lord Voldemort, o qual não consegue esquecer. Será que o terrível bruxo está voltando? Tudo indica que sim...

Harry Potter e a Ordem da Fênix: A volta do arquivilão Lorde Voldemort e seus Comensais da Morte. Indubitavelmente a morte de um amigo de escola e as lições de como tolerar dor insuportável não são elementos comuns de uma estória para crianças. Porém são uma realidade caraterizada pelo rito de passagem.

Harry Potter e o Enigma do Príncipe: Continuidade à saga do jovem bruxo Harry Potter a partir do ponto onde o livro anterior parou, o momento em que fica provado que o poder de Voldemort e dos Comensais da Morte, seus seguidores, cresce mais a cada dia, em meio à batalha entre o bem e o mal.

Harry Potter e as Relíquias da Morte: Voldemort está cada vez mais forte e Harry Potter precisa encontrar e aniquilar as Horcruxes para enfraquecer o Lorde das Trevas e poder enfrentá-lo. Nessa busca desenfreada, contando apenas com os leais amigos Rony e Hermione, Harry descobre as Relíquias da Morte, que serão úteis na batalha do bem contra o mal.


Quadribol Através dos Séculos: Se você algum dia quis saber como surgiu o pomo de ouro ou por que o time dos 'Vagamundos de Wigtown' (Wigtown Wanderers) tem a estampa de um cutelo de açougueiro no uniforme, você precisa ler 'Quadribol através dos séculos'.


Animais Fantásticos & Onde Habitam: Este exemplar lançado no mundo dos trouxas (não-bruxos) é uma duplicata do Animais fantásticos & onde habitam de Harry Potter, editado, inclusive, com notas informativas que ele e seus amigos fizeram à margem das páginas. 

Contos de Beedle, O Bardo: são cinco histórias de fadas diferentes entre si. Cada uma delas é dotada de um caráter mágico próprio e proporcionarão, a seu turno, prazer, riso e a emoção do perigo mortal.
Leia Mais ››

segunda-feira, 11 de outubro de 2010

Nosso Lar

E o Dr. André Luiz morre. Normalmente esse seria o fim de uma história, entretanto, em Nosso Lar, filme baseado no livro homônimo escrito por Chico Xavier e ditado pelo próprio André Luiz em espírito, a morte é apenas o principio.

Ao desencarnar, André Luiz passa um tempo no Umbral, uma espécie de purgatório, para se redimir da vida desregrada de um suicída inconsciente (é, também fiquei surpresa com essa!). Ao pedir por perdão é levado a Nosso Lar, para reaprender sobre a vida espiritual e se preparar a uma nova vida.

Didático, é a palavra que define esta adaptação. Com o objetivo de instruir os não leitores, e os não iniciados no espiritísmo, faz uma apresentação minunciosa dos "mundos" em quem o filme acontece, e da vida que se leva nesse paraíso. O detalhismo explicativo é tanto que chega a atrapalhar a trama.

Correndo o risco de desagradar seguidores uma vez que a trama é baseada no livro, que por sua vez reflete a doutrina, muitas coisas na lógica de nosso lar deixam dúvidas. A cidade é extremamente terrena e burocrática. Não há dinheiro, mas há trabalho e benefícios, ministérios, muitas regras. E apesar de desencarnados ferimentos físicos, da carne, ainda tem sua força.

Entretanto é a serenidade de seus moradores é que incomoda. Roupas brancas, visual impecável, musica suave tudo muito limpo, meio insosso,  e "civilizado".  Mesmo os recém-chegados logo se adaptam e acalmam seus questionamentos cujas respostas tem hora para chegar. E claro essa hora é muito depois da pergunta.

A reconstrução de época do nosso mundo, nos flashbacks da vida de André Luiz, convence. Mas os mundos da vida além da vida tem visual óbvio e simplista. O purgatório é escuro, cheios de gritos de almas atormentadas, lembra um filme de zumbis. Já o Nosso Lar, é claro, sereno e com arquitetura que lembra uma versão Kriptoniana de Brasília. Desconsiderando que para algumas pessoas tamanha serenidade e passividade podem ser muito mais torturantes.

Dúvidas a parte, é um bom filme. Primeiro pelo esmero da produção, a mais cara do cinema nacional até então. Com efeitos especiais e trilha sonona "importados", e talvez o mais importante uma equipe que acredita na boa mensagem, independente da religião. Segundo por mostrar novos caminhos e novas temáticas para o cinema nacional.

Nosso Lar
Brasil - 2010 - 102min.
Drama
Leia Mais ››

sexta-feira, 8 de outubro de 2010

Em Setembro no DVD, Sofá e Pipoca

Salvar John Connor foi nossa primeira missão em Setembro. E depois de descobrir tudo sobre o governador da Califórnia, ficamos "cara à mascara" com o Bandido da Luz Vermelha. Descobrimos o que o céu permite e embarcamos em um encouraçado. Ufa! Não faltou o que fazer no nono mês do projeto para formar cinéfilas melhores.

Começamos Outubro com Aurora, 1927.


O Exterminador do Futuro 2: O Julgamento Final


O Bandido da Luz Vermelha


Tudo que o céu permite


Encouraçado Potemkin



3 blogueiras, 1 desafio: 50 filmes clássicos a serem vistos e comentados durante um ano. Será que dão conta? DVD, sofá e pipoca, um projeto para formar cinéfilas melhores!
Leia Mais ››

terça-feira, 5 de outubro de 2010

10 livros em 10 dias
8ºDia - O livro que menos recomendo

Li uma vez que não devemos ter vergonha de abandonar um livro ruim, apliquei a técnica com o título deste post. Um caso raríssimo em que a versão para o cinema é melhor que o livro.

  • O Diabo Veste Prada
  • Lauren Weisberger, record
Sim, eu comprei o livro por causa do longa com Meryl Streep e Anne Hathaway, mas não podia imaginar que uma história tão divertida e original, na tela grande poderia ser tão enfadonha em páginas. A princípio o ritmo é bom, mas quando chegamos à metade do livro, e a malvada editora de moda ainda tortura a repórter iniciante a coisa muda de figura. A história começa a se arrastar. E as intermináveis lamúrias de Andy por seu péssimo trabalho começam a parecer o diário de uma adolescente reclamona em crise. Se é tão ruim desiste logo, existem milhões de garotas que matariam por essa vaga!

Sinopse: Neste irresistível romance, o leitor irá conhecer Andrea Sachs, uma jovem recém-formada que conquista um emprego que deveria deixar roxas de inveja milhares de garotas: o de assistente de Miranda Priestly, reverenciada editora da revista Runway Magazine, a mais bem-sucedida revista de moda do momento. Logo ela percebe, porém, que o emprego pelo qual um milhão de meninas dariam a vida para ter pode simplesmente acabar com a dela.
Leia Mais ››
 
Copyright © 2014 Ah! E por falar nisso... • All Rights Reserved.
Template Design by BTDesigner • Powered by Blogger
back to top