segunda-feira, 24 de maio de 2010

Que tipo de Nerd você é?

Essa semana comemoramos o Dia do Orgulho Nerd (25 de Maio). E para entrar no clima publico aqui os seis grupos básicos de Nerd.

Hoje em dia existem nerd de todos os tipos, esses são apenas os mais reconhecíveis. É muito provavel que você tenha traços de vários deles combinados, ou mesmo de nenhum deles. E aí? Que tipo de Nerd você é?



O Carinha de camiseta verde: Este é o Fanboy, aquele amigo seu que adora alguma coisa ao ponto da adoração. Pode ser desde quadrinhos (A camiseta dele é do Lanterna Verde), até Star Wars ou Senhor dos Anéis. Esse cara conhece até a cor da cueca do diretor do terceiro filme no primeiro dia da filmagem. Ele coleciona todos os discos, videos, gibis e etceteras de sua paixão, quase como um fanático por futebol, só que sua obsessão é por coisas que simplesmente nunca lhe darão dinheiro. (Eu que o diga)

A menina de flanela e fones de ouvido: Esta é um exemplo de Geek Musical. Autoridade absoluta sobre algum tipo de som, esta garota vive tentando te apresentar aquele som novo muito legal que ela descobriu enfiado em um canto maldito de um sebo qualquer. Assim como os macacos, este espécime não pode ser alimentado, senão ela não larga mais do pé. Por outro lado, sempre que você tiver uma dúvida musical pode recorrer a ela, que é quase uma enciclopédia. Mas não tente mostrar uma banda nova, que este tipo de Nerd vai até os confins do inferno para arrumar alguma informação que você não tem.

O cara de sandália com meias: Este garoto que fugiu das aulas de moda é o Jogador de Games. Exemplar que passa a maior parte do seu tempo em frente á televisão, ao computador ou ao joguinho portátil. É muito fácil reconhecer o Gamer andando pela rua. Note os olhos vermelhos pela falta de sono (á noite tem menos gente no servidor, então o lag é menor), a pele gordurosa devido á alimentação por salgadinhos, as roupas usadas por três dias, a brancura da pele que nunca vê sol. Mas é um cara muito legal para ter como amigo. Sempre que você tiver vontade de conhecer aquele jogo novo que acabou de sair é só dar uma passada na casa dele, que com certeza o rapaz já tem. Pode ser Playstation, X-Box, Gameboy, PC… Ele tem tudo, conhece tudo. Lembra até como se faz para dar o super-ultra-mega-booster golpe da pata do dragão no contra-ataque da águia voadora na casa da Mãe Joana. Ou algo desse jeito. Ah, e não se esqueça que as palavras prediletas de le são End-Game e Zerei.

Aquele de marrom com um aparelho na mão: Nem precisa muito para saber quem é este: é o Maníaco por Gadgets. Para quem não sabe, gadget é como chamamos os aparelhinhos eletrônicos, ou qualquer bugiganga tecnológica que inventarem por aí. Ipod, Mp3 player, Dvd portátil, PSP, e daí por diante. Se é eletrônico, ele gosta. Se é portátil, é o céu. Pra deixar esse cara feliz, mostra pra ele um anúncio de notebook, ou deixa ele fuçar no seu. Este tipo é tranquilo, meio avoado, mas companheiro. Não tem como deixar de encontrá-lo, já que ele tem um pager, um messenger, um celular, e todo tipo de coisa. Perfeito para se encarregar de avisar o pessoal pras festas.

O tipo soturno de capuz preto: Este é o Hacker, uma espécie louca para entrar em extinção, mas que é tão espírito de porco que nem pra isso se organiza. Em geral são garotos-gênios que adoram avacalhar o mundo que os rodeiam, por se sentirem mal-entendidos ou apenas entediados. Com seus conhecimentos avançados em informática e eletrônica pode fazer chover no sertão, mas prefere gastar seu tempo ferrando com o sistema. Visualmente se parece muito com o Gamer, mas possui aquele olhar vidrado de quem vive tomando café e não se relaciona com outras pessoas, principalmente do sexo oposto. É geralmente aquele cara que vai conseguir um contrato milionário para trabalhar em programação para alguma empresa indiana de tecnologia.

A guria de cabelo azul maluco: Taí o exemplar de um Otaku, também conhecido como fã de Anime. Mas não só Anime. Também vêem Mangá, Hentai (alguns), e outros. Este tipo curte tudo que vem do oriente, ao ponto de se vestir como algum personagem conhecido de anime, e se reunir em convenções para trocar impressões. São pessoas sempre bem humoradas e de tanto interpretar e viver esta mania, acabam desenvolvendo trejeitos comuns nos desenhos, como fazer sinaizinhos com as mãos e poses estranhas com as perninhas, bem como falar certas frases em japonês e conhecer simplesmente cada detalhe minúsculo de cada episódio de seu mangá favorito. Mas não pense que só japoneses ou coreanos são Otaku. Não senhor, Otaku aceita toda e qualquer raça, cor, credo e religião. O que vale é se divertir.

2 comentários:

Cecília Avenca disse...

Não me enquadro em nenhum dos grupos,mas gostei de conhece-los um pouco melhor.
Bjos

Fabiane Bastos disse...

Também não me encaixo. Acho dificil que alguém consiga ser igualzinho aos exemplos, eles são na veradade uma grande brincadeira.

Obrigada pela visita Cecília, e volte sempre!

 
Copyright © 2014 Ah! E por falar nisso... • All Rights Reserved.
Template Design by BTDesigner • Powered by Blogger
back to top