sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

Sherlock Holmes

Esqueça o chapéu, a casaca, o "elementar meu caro Watson". Aliais, esqueça tudo que aprendeu até hoje sobre Sherlock Holmes, antes de ir assistir a versão de Guy Ricchie. Entretanto, não se preocupe, você vai reconhecer o detetive facilmente sob a pele de Robert Downey Jr..

A roupagem 2010 do mais famoso detetive do planeta, acompanha a onda de repaginações de personagens que tem atacado a cultura pop atual. Sherlock ganha cara e hábitos novos, adequados a expectadores do século XIX.

O método científico, lógica dedutiva e o cachimbo ainda estão lá, o resto é novidade. Quer dizer, mais ou menos. Muitas das características dessa versão, como a habilidade para o boxe, fazem parte da personalidade de Holmes desde os livros, só não foram as escolhidas pelas adaptações que imortalizaram o personagem criado por Sir Arthur Conan Doyle no século XIX.

Deixando de lado a iniciação à história pregressa dos personagens, comuns em filmes de "heróis", o longa começa com Sherlock (Robert Downey Jr.) e seu amigo e companheiro de investigações Dr. John Watson (Judde Law), em uma captura heróica. Eles interrompem o misterioso feiticeiro Lord BackWood (Mark Strong), quando este estava prestes a assinar sua sexta vítima em um ritual de magia negra. A trama se complica quando mesmo depois de sua execução na forca o bandido se levanta dos mortos para dar continuidade aos seu plano nefasto. Enquanto desvenda o mistério, Holmes ainda tem que lidar com a partida de Watson, que pretende se casar e largar a carreira investigativa. E com a aparição da atraente vigarista Irene Adler (Rachel McAdams).

Apesar de longo e com muitas paradas explicativas, o ritmo acelerado, os diálogos divertidos e um enorme número de efeitos especiais mantém o expectador atento a cada cena. A musica e a reconstrução da Londres do século XIX, impressionam pela qualidade. Contudo o destaque fica pelo trabalho conjunto de Downey Jr e Law. A dupla tem os melhores e mais inteligentes diálogos, com Sherlock como gênio louco e arrogante e Watson como o cara que tenta dar sentido a toda essa loucura. De todas as expectativas em relação ao filme, a única que não imaginei era que Holmes e Watson tivessem tanto de House e Wilson. Ou será o contrário?

Sherlock Holmes (Sherlock Holmes )
Inglaterra/EUA - 2009 - 128 min
Aventura / Suspense

4 comentários:

Giselle de Almeida disse...

É o contrário :)

Eu gostei do filme, mas esperava bem mais. Pra mim não parecia filme de detetive... E achei a Rachel McAdams bem sem graça.

Michelle da Matta disse...

Tô doida pra ver esse filme!

Fabiane Bastos disse...

Só pq a Geisy não dublou ela dessa vez é? rsrs

Eu já sabia que não tinha cara de filme de detetive, por isso não estranhei. Rachel tá meio nova p/ fazer par c/ Downey Jr. vai ver foi isso,

Então tá é o contrário. Aí? É de propósito as iniciais de House e Wilson serem as mesmas de Holmes e Watson? Se o nome da Cuddy fosse Iuddy eu ia fica bolada. kkkk

Giselle de Almeida disse...

Não é nem questão de idade, nao. Faltou charme mesmo...

 
Copyright © 2014 Ah! E por falar nisso... • All Rights Reserved.
Template Design by BTDesigner • Powered by Blogger
back to top