quarta-feira, 28 de outubro de 2009

A Verdade Nua e Crua

O Dr. Cal Lightman (de Lie To Me), já nos esclareceu : é verdade ou felicidade, não se pode ter os dois! É disso (e também do completo oposto) que se trata A Verdade Nua e Crua.

Abby(Katherine Heigl, doutora modelo de Grey's Anatomy), é uma premiada produtora de TV que por causa da queda na audiência de seu programa, é obrigada a conviver com o novo contratado da emissora. Mike Chadway (Gerard Butler) apresentador do programa de um canal pago intitulado The Ugly Truth (ou A Verdade Nua e Crua), onde ele fala sobre relacionamentos. Principalmente sobre o que realmente se passa pela cabeça dos homens, a cruel, machista e nada romântica verdade.

A graça do filme está na personalidade nada discreta de Mike, que fala o que quer, como quer, e quando quer, que leva à audiência do programa às alturas e torna a vida de Abby bastante desconfortável. Mas é quando Mike resolve dar dicas românticas a Abby que a coisa esquenta.

O filme traz piadas mais pesadas, do que normalmente encontramos em comédias românticas, mas nunca pesadas ao ponto de comprometer. O que agrada bastante o público feminino (os rapazes nem tanto). É sexy, mas não é baixo!

Não sei como Gerard Butler, consegue fazer alguém se interessar por um troglodita, grosseiro e mulherengo. Seja lá o que for que ele faz, funciona! Torcemos por ele mesmo com um adversário a altura entra em cena. Katherine, está pegando prática em comédias românticas. Divertida, ela não tem vergonha de fazer papel de boba, e mantém o tom da comédia.

Mas é claro que depois de muitas discussões e situações desconfortáveis a verdade e a felicidade passam a caminhar juntas (contrariando o Dr. Lightman). Afinal essa é uma tradicional (e bastante previsível) comédia romântica, onde torcemos para o casal aparentemente mais "improvável", e torcemos para eles driblem a realidade das probabilidades e terminem juntos. E por que gostamos disso? Não faço idéia!

A Verdade Nua e Crua (The Ugly Truth)
EUA - 2009 - 96 min
Romance / Comédia

2 comentários:

Giselle de Almeida disse...

Muito legal, né? Acho que devia ser obrigatório para todo o público feminino, que fica se intoxicando com essas comédias em que os caras são príncipes encantados. Esse aí tá mais perto da realidade!!! rs

Fabiane Bastos disse...

Concordo em gênero número e grau!

 
Copyright © 2014 Ah! E por falar nisso... • All Rights Reserved.
Template Design by BTDesigner • Powered by Blogger
back to top