quinta-feira, 30 de abril de 2009

Dragonball Evolution

Não. Eu não escrevi o título errado, confira no cartaz aí ao lado. A mudança na grafia do nome ( de Dragon Ball para Dragonball) é apenas mais uma das alterações que devem deixar os fãs da série de Akira Toriyama chateados nas salas de cinemas.

Como o letreiro diz o filme é baseado (e muito levemente), nos mangás. Entretanto a americanização atacou, e com força, tornando o filme um longa bastante genérico. Uma formula pronta, feita para funcionar mesmo fora do universo da série.

Goku (Justin Chatwin) é um adolescente diferente e (como sempre) atormentado pelos valentões do colégio e encantado pela bela Chi Chi (Jamie Chung). No seu aniversário de 18 anos, ele recebe do avô uma esfera laranja e a promessa de um jantar que explicaria sua origem e a história da tal esfera. Goku deixa o jantar de lado e foge para uma festa, na tentativa chamar atenção de Chi Chi.

Sozinho em casa o avô recebe a desagradável visita de do terrível Picolo (James Marsters) e sua capanga Mai (Eriko Tamura), que pretendem usar o poder das esferas para se vingar da humanidade por ter sido aprisionado por dois mil anos. Goku chega em casa a tempo apenas de ouvir o ultimo suspiro do seu avô, que além da frase melosa o manda procurar o mestre Kame (Chow Yun-Fat), que vai ajudar o herói a desenvolver seus poderes e a encontrar as 7 esfera antes dos vilões. O mocinho ainda vai contar com a ajuda de Bulma (Emmy Rossum), que também perdeu uma esfera para o vilão, e usa um "radar de esferas" que ela mesma criou para localiza-las.

Para quem não acompanhava o animês ou os mangás (como esta que vos escreve) parece mais um filme dos Power Rangers com um orçamento maior. Uma sessão da tarde que com um pouco de boa vontade, e um balde de pipoca, é diversão certa. Já para os fãs da série, provavelmente vão preferir ignorar. Fingir que ninguém nunca estragou a mitologia que eles passaram anos adorando.

Ainda assim, a principal função do filme será cumprida. Arrecadar milhões com os fãs que sairão insatisfeitos da sala, e apresentar Dragonball a uma nova geração que ficará insatisfeita assim descobrir a série de verdade.

Dragonball Evolution
EUA - 2009 - 84 min
Aventura / Ação / Fantasia
Leia Mais ››

segunda-feira, 27 de abril de 2009

Destaque merecido!

Rolou este sábado o Magé Fantasy 2009. A Criatividade da galera cresce a cada ano (bom, de alguns pelo menos!).

Eis aqui uma galera que merce um destaque não só pela fantasia, mas por vestir as personagens! Será que você os reconhece???






















P.S.: Nenhum coelho foi ferido durante a festa ou a sessão de fotos. Quanto aos outros não posso garantir nada!

Leia Mais ››

quinta-feira, 23 de abril de 2009

Evolução televisiva

Noite passada enquanto assistia a um episódio (reprise, claro) de Ugly Betty no SBT, fiquei surpresa ao presenciar uma evolução na rede do baú.

Não, não se trata de um novo programa revolucionário, nem de uma nova parafernália tecnológica. O que causou o espanto foi um anúncio. Pois é, segundo o reclame, o SBT não só tem programas novos, mas também avisou os telespectadores de que vai exibi-los!

Tudo bem! O anúncio não dizia quando os programas vão começar, e nem seus horários, mas considerando que a primeira temporada de Ugly Betty foi colocada no ar de surpresa, é sim um avanço!

O canal promete exibir novas temporadas de Grey's Anatomy, As visões da Raven e Ugly Betty. Entre as estréias Cory na Casa Branca e Terminator: The Sarah Connor Chronicles. Também tem novidades entre os programas da casa, episódios inéditos de Super Nanny e Astros. Além da volta de Casos de Família, do Programa do Ratinho e a estréia de Show da Gente, com Netinho de Paula.

É fazer o que não da para gostar de todos!

Abaixo o vídeo do anúncio que de tão curioso já está até disponível no YouTube. Mas antes duas curiosidades:

- Outro anúncio que só vi no YouTube, promete a estréia de Terminator no dia 4 de Maio, segunda-feira, após Dona Beija (o SBT podia começar a vender relógios com os programas no lugar dos números, já que nunca diz os horários).

- Sabia que atualmente o SBT tem 25 series em sua grade? Quantas você consegue ver???

Leia Mais ››

segunda-feira, 20 de abril de 2009

Duas pagodeiras no brejo

Cidade pequena, não se tem muito o que fazer, logo quando tem um evento ninguém perde (imaginem o dia que Luciano Hulk voltar para entregar a casa!). Por isso toda sexta a noite o movimento aqui no bairro é enorme, graças ao pagodão da quadra no fim da rua.

Realizado toda semana, há alguns anos o evento é mais frequentado por pessoas de outras áreas da cidade. Entre os vizinhos é mais conhecido pela barulheira inconveniente e algazarra que a galera faz no caminho incomodando até os que moram mais longe da quadra (que atrapalha o sono de quem trabalha aos sábados).

São brigas, falatório, carros desgovernados derrubando muros, carros de som numa altura absurda (quem leva musica para um baile?). Mesmo assim os moradores não acabam com uma das poucas diversões certas dos mageenses, (bem que tentamos mas não deu!).

Uma sexta dessas, fui até a frente de casa fechar o portão, quando duas 'moçoilas' frequentadoras do pagode se encaminhavam para a festa. Uma delas exclamou sem vergonha alguma, em alto e bom tom:

- Quem diria que nesse brejo tem um pagode?

- Ei! Pode parar! Vai saindo, chispa da minha rua, xô, xô, xô. Onde já se viu vem até aqui usar nossa quadra ainda desdenha. Volta pro seu próprio brejo que nem isso tem!!! Sua abusada, passa fora daqui!!!!

Depois de gritar tudo isso mentalmente, fui dormir.

Que?
Achou que eu me meteria a besta? Tô fora! Não sei de que brejo essas duas vieram.
Leia Mais ››

quinta-feira, 16 de abril de 2009

Dúvidas televisivas

Dois domingos atrás eu assistia a exibição de Verônica Mars, no SBT. Durante a propaganda assisti ao anúncio do filme que seria exibido na terça-feira seguinte. Não me lembro qual era o longa mas do horário de exibição me lembro bem:

-Esta terça logo após Ana Raio e Zé Trovão! - Falou o locutor da rede do Baú. Até comentei com minha mãe: não disse que essa era a "arma secreta"!

Foi aí que fiquei na dúvida, já que a novela não foi exibida (Dona Beija ficou no lugar) será que o filme passou? Será que estou ficando doida e só eu vi esse anuncio???

Não! É mais provável que o Sílvio tenha mudado de idéia na ultima hora, de novo.

Em outro canal...

Notícia sobre a casa carérrima que a Madona comprou, sobre o novo cabelo de uma atriz global, sobre o que o pobre coraçãozinho da Maia está sentindo.

Não, eu não estava assistindo o TV Fama, nem aqueles programas vespertinos que vivem de comentar os programas da Globo e a vida das celebridades.

Eu estava assistindo ao Video Show, o novo Video Show. Não é nenhuma novidade atualizaçãoes nos programas globais nesta época do ano (aparentemente o ano na Globo começa em Abril), as alterações na revista eletrônica auto referente da emissora foram radicais.

Ao vivo, os apresentadores, agora 4, mostram todo seu nervosismo e falta de habilidade com o TP (aparelho acoplado à camera, onde eles lêem as matérias). A espontaneidade da ex-apresentadora da TV Globinho Geovana Tominaga, vai para as cucuias ao ter de entrevistar os convidados ao vivo no Projac.

O Vídeo Show era um programa sobre os bastidores de sua emissora, e assumia isso numa boa, essa era a graça!

Agora as noticias abrem espaço para fofoca de celebridades, noticias sobre cinema e teatro. Ok, já tinha esse tipo de noticia antes mas em menor quantidade e todas com ligação com as emissora. Esse excesso deixa o programa inchado, cansativo, chato!

Resta esperar que esses problemas seja ajustados logo, ainda mais com o reforço de Angélica que retorna apenas semana que vem com o Vídeo Game.

Outra dúvida, quando a Globo vai aprender que não se mexe em time que está ganhando?
Leia Mais ››

segunda-feira, 13 de abril de 2009

Monstros vs Alienígenas

Embora eu adore filmes de animação estava começando a ficar cansada da mesmice que tem atingido as produções que tem chegado aos cinemas. Talvez pelo excesso de animações, as histórias estava começando a perder a graça, e a inclusão das novas tecnologias de 3D, usadas mais como chamariz, que como fator importante no enredo não acrescentou muito às produções.

Felizmente Monstros vs Aliênigenas não padece desse mal, porque mesmo em um cinema comum (sem coisas pulando em sua direção) o filme ainda é muito divertido!

Monstros existem, mas para não assustar a população o governo estadunidense (sempre eles!) os esconde em um setor militar secreto. Quando um ataque alienígena em grande escala ameaça a Terra, e as armas humanas não são suficientes, os monstros tornam-se a ultima esperança do planeta.

A história parece um pouco complicada para os pequenos, mas é aí que esta o trunfo do filme. Enquanto a trama mais elaborada e as referências a filmes antigos, e até ao mundo real (atenção ao presidente!) prendem a atenção dos adultos, as crianças se divertem com os carismáticos personagens, com as piadas físicas e, se tiverem sorte, com as coisas saltando da tela.

A narrativa com dois níveis de compreensão, um para os pequenos outro para seus pais, que ficou bastante evidente em Shrek, parece ser o caminho mais interessante, que algumas animações contemporâneas tem esquecido. Não adianta agradar só as crianças, mas também quem os leva aos cinemas.

Contudo as semelhanças narrativas com o ogro param por aí. O filme é certinho, com mensagens positivas óbvias, sem o sarcasmo e ironias carregados característico de seu colega de estúdio. As cenas de ação são poucas, mas o ritmo é agil o que o mantém interessante. Visualmente ó trabalho da Dreamworks não para de crescer, é impecável, os humanos quase parecem humanos mesmo!

Montros vs Aliens valem o preço do ingresso, e também da locação só para curtir as vozes do elenco original, que conta com, Reese Witherspoon, como Susan uma moça gigante carinhosamente apelidada de Ginórmica. Will Arnett dá voz ao Elo Perdido, criatura meio macaco, meio peixe. Seth Rogen é B.O.B. a hilária gosma azul sem cérebro. Hugh 'Dr House' Laurie dá vida ao Doutor Barata, que é basicamente um baratão super inteligente. E para colocar ordem na casa Kiefer 'Jack Bauer' Sutherland interpreta o general W.R. Monger, que toma conta da turma monstruosa.

Monstros vs. Alienígenas (Monsters vs. Aliens)
EUA - 2009 - 94 min
Ação / Comédia / Animação
Leia Mais ››

sexta-feira, 10 de abril de 2009

Ovos???

Alguns posts atrás chamei atenção para o fato de o chocolate ser matéria escassa nos ovos de pascoa atuais. Os bombons estão perdendo espaço para os brinquedinhos.

Na época não prestei atenção a outro fenômeno que tem atingido os ovos de páscoa atualmente. Vejam as fotos a baixo e me digam, ainda podemos chama-los de ovos???




Retangular, quadrado, em forma de bastão, de biscoito recheado, de coração, de diamante.Se esses formatos ainda não são diferentes o bastante para você preseenteie seus amigos com um desses.
Leia Mais ››

quarta-feira, 8 de abril de 2009

Adeus BBBobos!

Para quem curte TV, aberta ou paga, essa época do ano é uma maravilha. Suas séries favoritas estão voltando, novas estão sendo compradas e pasmem até produzidas em solo tupiniquim (isso é tema para outro post!). Contudo o assunto televisivo da semana é a final do BBB9. Alguns amam outros odeiam, mas todo mundo assiste.

A 9ª edição foi considerada uma das mais empolgantes graças as surpresas e reviravoltas. Na minha opinião foi, sim, uma das mais confusas, para os participantes, o público e até para o apresentador. Mesmo ontem, final do programa, o Bial parecia um tanto quanto perdidão: - É pra chamar voto agora? - Não tem roteiro? Não dava para perguntar para a produção na hora do comercial?

Mas o fato é que agente se diverte com a primorosa edição que transforma uma chatice em gargalhadas, assim como as charges de Maurício Ricardo e brigas. Brasileiro adora uma boa briga!

Ao menos dessa vez os participantes deixaram (um pouco) a hipocrisia de lado e admitiram que o que vale é a grana, são jogadores e pronto. E o publico aceitou isso numa boa, ao menos é o que a escolha do Max como campeão prova. Isso se o final não foi manipulado, o pessoal aqui de casa jura de pé junto que foi. Vitória por 0,24%, hum...

Contudo o que realmente me intriga é que mesmo depois de tantas edições algumas perguntas e curiosas observações ainda ficam no ar:

  • O Bial é um cara legal, mas quando ele vai perceber que não é filósofo? As vezes ele viaja na maionese.
  • Em quais países ainda existe BBB? É um programa bem velhinho. Realities não costumam durar tantas edições. Isso só prova uma coisa que o orkut já deixou claro o povo brasileiro adora bisbilhotar a vida alheia.
  • Quem o Bial está tentando enganar com esse papo de que são os participantes com a ajuda do público que escolhem os melhores ângulos??? E mesma vi muitos ângulos interessantes que não chegaram a edição da TV aberta.
  • Zezé de Camargo e Luciano cantaram alguma música na íntegra? A dupla estava sempre entrecortada pelos comerciais. A impressão era que eles animavam a platéia durante os comerciais, mas quem tinha o canal pago percebeu que os brothers enjaulados não podiam assistir-los durante os intervalos e a tradicional barulheira lá de fora também não era audível dentro da casa.
  • Aliais para que o show afinal? Não seria mais produtivo (e barato!) se concentrar nos acontecimentos da casa. Isso evitaria as reclamações do próximo tópico.
  • Li por aí várias reclamações sobre o fato do ultimo programa só dar atenção aos 3 finalistas. Será que a superpopulação este ano, 20 somando os lados A e B e as duas casas de vidro, tem algo a ver com isso?
  • Sobrou algum produto para fazer merchandising? Até a tinta das paredes foi vendida.
  • Conformem-se, não importa quem sejam os participantes suas vizinhas sempre vão conversar sobre eles como se os conhecessem desde pequenos.

Para finalizar um desafio: Olhe a foto que ilustra o post. Sabe o nome de todos? Não? Nem eu! Acredite, daqui a 2 meses saberemos menos ainda, já nossas vizinhas....

Leia Mais ››

quinta-feira, 2 de abril de 2009

Watchmen - O Filme

Depois de tanta comoção gerada pela mais recente morte de um personagem do ator Jeffrey Dean Morgan, o Comediante em Watchmen, resolvi conferir o longa causador de tantas discussões pessoalmente.

O estardalhaço em torno de Watchmen não se restringe à campanha "Salvem o Jeffrey Dean Morgan!". Na realidade esta é só uma brincadeira diante do barulho feito pela imprensa especializada para a chegada do filme. Dúvida? Confira este especial do Omelete, ou compre a SET deste mês. A matéria de capa sobre o filme tem nada menos que 20, 20 páginas.

Logo é compreensível meu espanto com tanto alarde por uma obra da qual, admito, nunca tinha ouvido falar. Então só para esclarecer quem assim como eu está por fora desse fenômeno da nona arte, eis um paragrafo explicativo. Embora eu acredite que o único modo de compreender Watchmen completamente é ler a obra original.

Lançado em 1986, a grafic novel de Alan Moore tenta virar filme a uns 20 anos. A dificuldade de produzir uma adaptação para as telonas é justificada. Watchmen tem uma legião de fãs temerosos por uma adaptação ruim, um enredo complicado, cheio de narrativas paralelas e até foi eleita pela revista TIME como uma das 100 obras mais importantes da literatura no século XX.

Extremamente fiel a linguagem dos quadrinhos, o que inclui a violência e o visual, o longa é também o quadro de como seria o nosso mundo caso houvessem vigilantes e pessoas superpoderosas zanzando por aí. Mostrando o lado bom e o ruim dessa possibilidade, tornando a filme muitos mais próximo da realidade, mais complexo e menos previsível (graças!) que os filmes de heróis a que estamos acostumados.

Watchmen - O Filme, deve agradar os fãs (mesmo com o final diferente -outra polêmica!). Não posso afirmar o mesmo do público não iniciado na singular grafic novel, que pode ficar confuso com os tantos vigilantes assim como os muitos detalhes da trama. Mais decepcionado ainda fica o pessoal que curte só a ação dos filmes de herói, que neste, abre espaço para o falatório, necessário para entender as nuances da trama, além da história e dilema das personagens.

Ao menos aqui o óbito do personagem de Morgan tem maiores consequências que um breve chororô. É a morte do vigilante, conhecido por comediante, que leva outro vigilante o Roshchach (Jackie Earle Haley) a acreditar que os "heróis" mascarados, proibidos por lei de agir, estão sendo caçados por um assassino.

Aos poucos a trama cresce e, enriquecida com flashbacks sobre os personagens, se revela um plano mirabolante para salvar o mundo. Ameaçado por uma guerra nuclear entre os Estados Unidos e União Soviética.

Também estão em cena Patrick Wilson (o Coruja), Malin Akerman (Espectral), Matew Goode (Ozymandias) Billy Cruduo (Dr. Manhattan) e Carla Gurginho (a primeira Spectral).

Watchmen - O Filme (Watchmen)
EUA - 2009 - 156 min
Ação / Drama / Ficção científica
Leia Mais ››
 
Copyright © 2014 Ah! E por falar nisso... • All Rights Reserved.
Template Design by BTDesigner • Powered by Blogger
back to top