quarta-feira, 4 de fevereiro de 2009

Overdose cinematográfica

Ok! Eu sei! Tive uma overdose cinematográfica aqui no blog.

O problema é que quando tiro o dia para ir ao cinema, é o dia inteiro mesmo. Vejo uns 3 filmes em sequência. E ultimamente ando com vontade de escrever sobre tudo, então, o resultado foram seis posts seguidos sobre filmes. Desculpa aí se alguém não curte cinema, e já vou avisando a probabilidade de isso acontecer novamente é enorme!

Mas essas idas aos cinemas e consequentemente aos shoppings em que eles estão, rendem curiosas observações da vida cotidiana, eis algumas:
  • Para a vovó sentada ao meu lado durante o trailer de Austrália: - Aquele moço bonito em que a senhora babou durante todo trailer (e fez questão de demonstrar isso com altíssimas exclamações), se chama Hugh Jackman. Ele fez X-Men, O Grande Truque, Fonte de Vida, Kate & Leopold. Confira alguns desses!
  • Aparentemente o pessoal desse país não trabalha, ou é verdade que só começam depois do carnaval, pois em plena segunda o shopping estava apinhado de gente. E não se trata de crianças ou adolescentes e universitários em férias. E sim de um bando de marmanjos sem nada para fazer. Não vou mais me sentir tão culpada de não conseguir um emprego decente!
  • Pessoal quando o cartaz diz que o filme começa as 15h horas, quer dizer que a projeção vai começar as 15h. Então podem chegar algum minutinhos antes para não atrapalhar quem realmente quer assistir, com o vai-e-vem em busca do melhor lugar e da pipoca quentinho! A sala não abre só na hora da projeção. E sim, os trailers são parte importante da seção, tenho todo direito de assistir numa boa!
  • Cinema não é ponto de encontro. Nada de ficar levantando para acenar para quem está no fundo da sala, ou ficar zigue-zagueando durante o filme para cumprimentar todos os seus amigos que, por acaso, estão na mesma seção. Só em cinema de cidade pequena mesmo!
  • Parem de detonar com o cinema nacional, sem nem ao menos ver o filme. Só porque você não gostou de um filme, não quer dizer que todos sejam ruins. Fiquem sabendo que até para falar mal, você tem que saber do que está falando.
  • Mulherada, banheiro de cinema é para fazer um xixi básico durante ou entre as seções (efeito do exagero no refri!). Então nada de ficar lotando o banheiro para fofocar, pentear cabelo, retocar maquiagem, ajeitar a roupa, etc,...
  • Ao pessoal do CineShow, aprecio a idéia de vocês de usar a mesma cópia em vários cinemas. Apesar de alguns filmes demorarem a chegar, isso barateia (e muito) os ingressos (4,50 de segunda a quarta e 6 Reais nos outros dias). Mas não compensa pagar pouco se não conseguirmos ouvir o filme. A cópia de Bolt, exibida no cinema de Teresópolis chiava mais que radio FM em subida de serra!

Acho que essa ultima vou escrever lá na página de sugestões no site da rede de cinemas!

E assim termina mais um relato (que parece mais uma carta de recomendações a frequentadores de cinemas), de minhas aventuras em um cinema qualquer.

É tem coisas que só acontecem comigo!!!

0 comentários:

 
Copyright © 2014 Ah! E por falar nisso... • All Rights Reserved.
Template Design by BTDesigner • Powered by Blogger
back to top